Querem penalizar as mulheres que recorrem ao aborto

03 de julho 2015
PARTILHAR

Os promotores desta iniciativa não conseguem aceitar que perderam no voto popular e persistem em apontar o dedo às mulheres e em penalizá-las, porque consideram que elas são culpadas", afirmou Helena Pinto na sua intervenção sobre a ILC que pretende restringir o acesso à Interrupção Voluntária da Gravidez.

"Os promotores desta iniciativa não conseguem aceitar que perderam no voto popular e persistem em apontar o dedo às mulheres e em penalizá-las, porque consideram que elas são culpadas", afirmou Helena Pinto na sua intervenção sobre a ILC que pretende restringir o acesso à Interrupção Voluntária da Gravidez.

Termos relacionados: Parlamentares