Está aqui

#CriseGlobal

Espaço de informação e análise sobre a crise provocada pelo Covid-19 e o debate das soluções e alternativas para a economia.

Crise económica na sequência da pandemia. Ilustração de Pixabay.

Queda recorde do PIB na União Europeia

Julho 31, 2020

A média da descida do PIB na União Europeia foi de 14,4%. Espanha foi o país que sofreu consequências negativas mais fortes da crise provocada pela pandemia. Portugal ocupa o quarto lugar nesta lista com 16,5%.

Trabalhadores na construção de uma ferrovia. Foto de China Labour Bulletin.

China: protestos laborais aumentam em junho com proliferação de salários em atraso

Julho 30, 2020

O mês passado foi aquele em que se registou um maior número de protestos este ano na China. Os salários em atraso, alguns há muito tempo outros causados pela pandemia, são o principal problema. Artigo publicado no China Labour Bulletin.

Ernest Mandel.

A Economia de Ernest Mandel, ontem e hoje

Julho 29, 2020

Sem poder recuperar o que é a sua força motriz e fonte de relativa legitimidade, o capitalismo está condenado a uma reprodução instável e fundamentalmente anti-social. Isto era verdade antes do coronavírus. É mais verdade depois. Por Michel Husson.

Economia alemã teve queda histórica no segundo trimestre – Foto da Volkswagen Wolfsburg, wikimedia

Economia alemã tem queda histórica no segundo trimestre, devido à covid-19

Julho 29, 2020

Segundo o Bundesbank, a economia da Alemanha tem, no segundo trimestre de 2020, a pior contração desde 1970, quando começaram a ser recolhidos os dados estatísticos trimestrais. Até agora, a maior queda tinha ocorrido no segundo trimestre de 2009, 7,9%.

Um membro dos Médicos sem Fronteiras mede o perímetro braquial de uma criança. Foto de Elise Mertens, via msf.org.

Pandemia coloca mais 6,7 milhões de crianças em risco de subnutrição

Julho 29, 2020

Os números fazem parte de um alerta da Unicef que estima que, em 2019, cerca de 47 milhões de crianças sofreram com a falta de nutrição e que, sem ações urgentes, esse número poderá chegar aos 54 milhões em 2020.

Segunda morte do neoliberalismo - Foto retirada de Contretemps

A segunda morte do neoliberalismo

Julho 27, 2020

“Não se sai de uma crise estrutural sem uma grande reestruturação institucional. O preço a pagar para superar simultaneamente a esclerose e a ameaça depressiva é tocar na centralidade dos mercados financeiros”, destaca Cédric Durand neste artigo sobre a atual crise global.

Cimeira europeia continua esta segunda-feira. Foto: European Council @

Três dias de negociações levam a cortes no Fundo de Recuperação, mas ainda não há acordo

Julho 20, 2020

As negociações no Conselho Europeu, que começaram na sexta-feira e se previa que terminassem no sábado, prolongaram-se para domingo e continuam esta segunda feira. Impasse já levou a propostas de vários cortes. Holanda quer impor desregulação laboral aos países do Sul e ter poder de veto na atribuição dos fundos.

"a esquerda pode e deve continuar a atuar e pressionar no espaço europeu por uma regulação internacional contra estas práticas [de dumping fiscal], mas não pode desistir de promover respostas no plano nacional", afirma José Gusmão

Fuga do PSI-20 para a Holanda já custou ao país milhares de milhões de euros, alerta José Gusmão

Julho 19, 2020

Num fim-de-semana onde a resposta do Conselho Europeu à crise económica parece bloqueada pelos "frugais", republicamos uma entrevista do eurodeputado José Gusmão, publicada pelo esquerda.net em abril, sobre as consequências da fuga fiscal permitida pela Holanda. 

Mercados Financeiros. Ilustração publicada no A lencontre.

Um sistema financeiro global ultra parasitário que goza de uma proteção indefetível

Julho 18, 2020

Os mercados bolsistas vivem uma dissociação sem precedentes da realidade da atividade económica marcada pela queda do PIB e pelo rápido aumento do desemprego. Os índices bolsistas dos EUA sobem e a confiança dos consumidores cai, dois indicadores que historicamente se moviam em conjunto. Por François Chesnais.

António Costa, Angela Merkel e Giuseppe Conte na reunião do Conselho. Foto: European Council @

Conselho Europeu está reunido em busca de consenso. O que está em jogo?

Julho 17, 2020

A reunião do Conselho Europeu, onde se juntam os chefes de governo dos 27 países da União Europeia, tem sessões marcadas para sexta e sábado. Posição de António Costa é "boa para o Governo, mas má para o país", alerta José Gusmão.

A economia pós-pandémica em disputa na Argentina

Julho 13, 2020

A retoma argentina pode passar por dois modelos opostos. Um é marcado pela desigualdade, precarização do trabalho, primarização e atividades extrativas. Outro implica a revitalização dos rendimentos populares, a recuperação do emprego e a reindustrialização. Por Claudio Katz.

Aumentar os impostos sobre os mais ricos? 83 milionários dizem que é a “única escolha certa”

Julho 13, 2020

"A Humanidade é mais importante do que o nosso dinheiro", diz o apelo de 83 milionários que exigem pagar mais impostos porque "os problemas causados pela covid-19 não podem ser resolvidos com caridade, por muito generosa que seja".

“Paschal Prudente”: quem é o novo presidente do Eurogrupo?

Julho 10, 2020

O ministro das Finanças da Irlanda, Paschal Donohoe, é o novo presidente do Eurogrupo, que reúne os 19 ministros com essa pasta nos países da Zona Euro. Ex-quadro da Procter and Gamble, Donohoe opõe-se a uma abordagem europeia para a tributação das multinacionais.

Mulher africana carrega bidões de água. Foto da Oxfam no Twitter.

Oxfam diz que covid-19 causará mais mortes devido à fome do que à própria doença

Julho 9, 2020

ONG denuncia que o valor pago em dividendos aos acionistas de oito das maiores empresas do setor alimentar e de bebidas é dez vezes superior ao que as Nações Unidas calcularam ser necessário para impedir a fome em todo o planeta.

Estamos a ser testemunhas mais uma vez dos enormes custos da desigualdade em massa – Complexo da Maré, Rio de Janeiro, área muito vulnerável à covid-19 – Foto Fernando Frazão/Agência Brasil

Como a desigualdade alimenta as mortes por covid-19

Julho 8, 2020

Vários fatores determinam a taxa de mortalidade de um país por covid-19. No entanto, uma caraterística estrutural profunda parece estar a dar forma ao papel destes fatores: a distribuição de rendimento e riqueza dos países. Artigo de Jeffrey Sachs.

Mário Centeno. Foto: eu2018at/Flickr

De saída do Eurogrupo, Centeno pede revisão das regras orçamentais europeias

Julho 8, 2020

Na despedida do mandato como presidente do Eurogrupo, Mário Centeno avisa que é "irrealista" cumprir essas regras no atual contexto. Declarações que contrastam com a defesa intransigente do seu cumprimento durante o governo do PS.

Paolo Gentiloni. Foto: European Parliament/Flickr

Recessão recorde e acentuar de divergências: Comissão Europeia agrava previsões económicas

Julho 7, 2020

Quebra do PIB pode chegar aos 8,7% na zona euro e 9,8% em Portugal. “Se não houver uma forte intervenção política, não conseguiremos aproximar os países", avisa o comissário europeu para a Economia, Paolo Gentiloni.

Trabalhadores romenos aguardam a entrada no aeroporto para embarcarem para a Alemanha. Foto A LEncontre.

O lugar dos migrantes da Europa do Leste no funcionamento do capitalismo da UE

Julho 7, 2020

A exploração de mão de obra barata do Leste é um elemento estrutural no funcionamento do capitalismo europeu. É o que mantém a União unida e é a chave para a sua competitividade global em vários setores, tais como os cuidados, a indústria e o turismo. Por Florin Paoenaru e Costi Rogozanu.

Wirecard. Foto: Slush - additional/Flickr

Wirecard: o escândalo financeiro na estrela das fintechs europeias

Julho 1, 2020

Há pouco mais de duas semanas, a Wirecard era considerada uma das empresas financeiras mais bem-sucedidas na Alemanha. Agora, está envolvida num escândalo de enormes proporções, que implicaram a falência da empresa, a detenção do CEO e o repúdio do país. O que explica a ascensão e queda deste gigante do sistema financeiro?

No fio da navalha. Ilustração publicada no site A LEncontre.

O capitalismo no fio da navalha

Junho 29, 2020

As políticas de um regresso à normalidade arriscam-se a destruir-se a si próprias e a levar a uma trajetória em ziguezague das economias. De facto, não há simetria garantida entre os dois ramos da retoma em forma de V.  Artigo de Michel Husson.

Desinfeção de uma mesquita em Damasco. Foto de YOUSSEF BADAWI/EPA/Lusa.

O mundo árabe no tempo do Corona

Junho 27, 2020

A covid-19 revelou a que ponto as infraestruturas sanitárias estavam deterioradas na maioria dos países árabes e também o alcance da devastação causada por décadas de corrupção. Mas nestas sociedades perto do esgotamento surgiram iniciativas criativas de solidariedade popular na luta contra a epidemia. Por Mohamed Rami Abdelmoula.

Trabalhadora do setor da distribuição durante a pandemia. Foto de Elvert Barnes/Flickr.

O laboratório e a experimentação do trabalho na pandemia do capital

Junho 27, 2020

Os “colaboradores” estão a ser despedidos aos milhares, os “parceiros” estão a ser obrigados a “optar” entre reduzir salários ou conhecer o desemprego e pequenos empreendedores não encontram consumidores. A crise desfez a arrogância do novo palavreado do capitalismo. Por Ricardo Antunes.

Ursula von der Leyen e Charles Michel. Foto: European Council @

Conselho Europeu marca reunião extraordinária. O que implica o consenso que pode estar à vista?

Junho 23, 2020

A 17 e 18 de julho, os líderes dos 27 Estados-Membros da União Europeia voltarão a estar juntos na mesma sala e um acordo entre os países parece mais próximo. Mas isso não significa necessariamente boas notícias para Portugal.

Pasiphaë, de Jackson Pollock

A forma das coisas que virão

Junho 20, 2020

É a análise da realidade objetiva da crise sistémica em curso provavelmente a maior em um século, que parece enterrar a globalização como a conhecemos , que permitirá localizar brechas e contradições sobre as quais a ação política pode operar. Artigo de José Correa Leite.

trabalho infantil

Trabalho infantil aumentou pela primeira vez em 20 anos

Junho 12, 2020

No Dia Mundial contra o Trabalho Infantil, o relatório da OIT e UNICEF diz que as causas do aumento do trabalho infantil são o desemprego e a crise provocada pela covid-19, que obrigou ao fecho das escolas.