Está aqui

Pesquisar

Artigo | 24 de Agosto 2014

A construção social de epidemias pelas classes dominantes costuma se basear num pretenso caráter aleatório e incontrolável da doença. Nesse caso, agravado pela letalidade do ébola. Será a epidemia de facto incontrolável ou pode ser evitável? Poderia haver menos mortes? Por Maria de Fátima S. Andreazzi.

Artigo | 20 de Agosto 2014

Na Europa ou na América do Norte, não seria difícil deter o contágio de uma doença que se transmite entre seres humanos através dos fluídos corporais Seria suficiente dispor de infraestruturas sanitárias em condições seguras, que permitissem cuidar das pessoas doentes e evitar que tivessem contactos não protegidos com as suas famílias, bem como informar e fazer rastreio das pessoas que tenham tido relação com elas. Por Jean Batou.

Artigo | 8 de Agosto 2014

A diretora-geral da OMS considera que a contenção do ébola dependerá dos países com recursos e capacidade fornecerem a ajuda necessária àqueles que são afetados. O vírus causou até agora 932 mortes de 1.711 casos possíveis e confirmados na África, segundo dados da organização internacional.

Artigo | 6 de Agosto 2014

O principal médico de saúde pública do Reino Unido defende que a culpa pelo fracasso em encontrar uma vacina contra o vírus do Ébola reside na “falência moral” da indústria farmacêutica em investir numa doença porque a mesma só afetou, até agora, pessoas em África — apesar das centenas de mortes. Por Jane Merrick, no The Independent.

Artigos Opinião Esquerda | 9 de Julho 2014

Se temos o direito de ter uma escola pública acessível a todas as crianças, temos a obrigação de as vacinar. E digo obrigação porque acredito que este é um ato de saúde pública e que defende o interesse e bem estar de todos.

Artigo | 20 de Junho 2014

Numa carta aberta, publicada pelo Instituto Carbono Brasil, os investigadores alertam, nomeadamente, para os perigos que os transgénicos podem representar para a saúde humana e animal, o risco de perda da biodiversidade, o aumento do monopólio corporativo pelas empresas que dominam essa tecnologia e a ameaça à agricultura familiar.

Artigos Opinião Esquerda | 28 de Maio 2014

Foi um pouco menos de 34%, os eleitores portugueses que foram votar nas eleições para o Parlamento Europeu, no domingo passado. Muitas são as razões que podem ser aduzidas para tentar explicar o grande afastamento dos cidadãos face a estas eleições.

Artigos Opinião Esquerda | 23 de Maio 2014

A abstenção será falta de comparência ao confronto com quem manda e um prémio a quem faz campanha a entreter para não ter de falar do essencial.

Artigo | 22 de Maio 2014

Durante um jantar/comício que reuniu mais de 300 pessoas em Almada, Marisa Matias frisou que "a menos de 100 horas" das europeias de domingo, "ninguém deu pela salvação do país da bancarrota". “Não há maior bancarrota do que a do BPN laranja. Essa é uma das bancarrotas que nós queremos combater”, avançou a cabeça de lista do Bloco de Esquerda.

Artigo | 20 de Maio 2014

Em Aveiro, Marisa Matias respondeu à afirmação de Paulo Rangel, de que a sua campanha “é da vacina contra o despesismo”, acusando a direita de ter aumentado a dívida pública de 90% para 130% do PIB e de ter deitado para o lixo 18.000 milhões de euros. João Semedo considerou que o PS não quer ser empurrado para a esquerda e lembrou que, quando Vítor Gaspar e Paulo Portas se demitiram, o PS deu "a mão à direita".

Artigos Opinião Esquerda | 18 de Maio 2014

Meses após uma dura batalha que custou o emprego a mais de 150 enfermeiros, finalmente o Ministério do Trabalho se junta à ACT proclamando, que os enfermeiros da Saúde 24 têm inequívoca razão na sua pretensão de ver reconhecida a ilegalidade da sua relação contratual com a LCS.

Artigo | 12 de Maio 2014

Saber durar é a marca distintiva da burguesia portuguesa na era da troika. Os laços com o capital angolano, o apoio à austeridade como mecânica da destruição dos salários e dos serviços públicos, a adesão aos novos ditames do poder europeu, formam a base sobre a qual se sustenta esta estratégia. Artigo de Adriano Campos e Jorge Costa, publicado na Revista Vírus nº5.

Artigo | 8 de Maio 2014

Novo escândalo da indústria farmacêutica, e da Roche em particular, põe em evidência a ganância como motor principal do Big Pharma. Por Gilles Godinat

Artigo | 5 de Maio 2014

Viagens e outras viagens está longe de se confundir com um guia turístico. Nesta obra, Antonio Tabucchi leva-nos numa viagem por um mundo onde as identidades se impõem face às bandeiras e interpela-nos sobre a pretensão de apropriação do espaço e do tempo.

Artigo | 4 de Maio 2014

Foi publicado número 5 da Revista Vírus, que tem um dossier sobre o 25 de Abril. Nele incluem-se artigos de Fernando Rosas, Adriano Campos e Jorge Costa, Miguel Perez, Constantino Piçarra e Luís Trindade. Aqui, publicamos o editorial de Fernando Rosas.

Artigo | 3 de Maio 2014

É na terceira estrofe da canção “Bem Bom” com que a banda Doce representou Portugal no Festival Eurovisão da Canção em 1982 que eu encontro o exemplo mais dramático das rápidas transformações culturais na sociedade portuguesa depois da revolução. Por Luís Trindade

Artigo | 25 de Abril 2014

A democracia política em Portugal não foi uma outorga do poder. Foi uma conquista imposta ao poder. O mesmo quanto à democratização social, o direito à greve, a liberdade sindical, o salário mínimo, as férias pagas, a redução do horário do trabalho e os fundamentos de um sistema universal de segurança social. Artigo de Fernando Rosas, publicado no nº 5 da revista Vírus.

Artigos dossier | 23 de Março 2014

Para impor os seus produtos em todo o mundo, a empresa mobiliza agências de espionagem norte-americanas, vigia cientistas e dispara ataques cibernéticos. Por Marianne Falck, Hans Leyendecker e Silvia Liebrich, no Süddeutsche Zeitung.

Artigos dossier | 16 de Março 2014

Que mais é preciso para que a esquerda europeia saia do seu atual torpor, toque o alarme, se mobilize urgentemente e tome o mais rapidamente possível a única iniciativa capaz de contrariar o tsunami fascista e fascistóide que se aproxima? Uma iniciativa que não pode senão visar a criação de um movimento anti-fascista europeu. Artigo de Yorgos Mitralias, publicado no CADTM.

Artigo | 8 de Março 2014

Desta vez não há dúvida. Monstruosa e horrível, a ameaça fascista está de volta, sem que a nossa Europa se escandalize por aí além. A prova? Nazis “puro-sangue”, que se reivindicam do 3º Reich e das suas divisões SS, perante os quais os brutos da Aurora Dourada grega quase parecem meninos de coro, ocupam os postos mais nevrálgicos (Ordem Pública, Defesa, Justiça) no governo interino ucraniano. Artigo de Yorgos Mitralias, publicado no CADTM.

Páginas