Está aqui

Pesquisar

Artigo | 26 de Outubro 2007

SidaSegundo a revista Plos Pathogens, investigadores do Instituto de Genética Molecular de Montpellier de França descobriram um novo mecanismo para bloquear a multiplicação do vírus da sida.
"Em vez de atacar os componentes que o vírus transporta consigo, nós pretendemos atingir aqueles que são usados na célula", explicou à agência France Press o investigador Jamal Tazi, do Instituto Genético e Molecular.

Artigo | 11 de Julho 2007

libia_1O Supremo Tribunal da Líbia confirmou hoje as penas de morte para as cinco enfermeiras búlgaras e o médico palestiniano, condenados pela contaminação de 438 crianças com o vírus da Sida, em 1998. Os acusados encontram-se presos na Líbia desde 1999 e alegam terem sido forçados à confissão depois de torturados, e que a propagação do vírus da Sida no hospital em que trabalhavam se ficou a dever à falta de higiene, versão que é confirmada por Luc Montaigner, o descobridor do vírus da Sida, e que visitou o Hospital em 2003, bem como por diversos especialistas da Revista Nature que fizeram análises no local. As enfermeiras e o médico depositam agora todas as esperanças na decisão final do Conselho Judicial Supremo da Líbia, que reúne na próxima segunda-feira e poderá aprovar ou rejeitar as condenações.
 

Artigo | 9 de Junho 2007

africa_5Cumprindo a tradição, os G8 anunciaram no final do seu encontro uma ajuda de 60 mil milhões de dólares "durante os próximos anos" para financiar o combate à Sida, tuberculose e Malária, em África. Várias Organizações não governamentais denunciaram o que consideram ser uma "operação de cosmética" já que este anúncio constitui um passo atrás em relação ao que tinha sido prometido há um ano atrás em Gleneagels, na Escócia. E advertem que não existe nenhum calendário definido para a atribuição das verbas, que ficam aquém do que as próprias Nações Unidas estabeleceram para os países que compõem os G-8. Actualmente, 72% dos africanos infectados com HIV e que precisam de tratamento com antiretrovirais não têm acesso aos medicamentos.
 

Artigo | 25 de Maio 2007

bioterrorO governo dos Estados Unidos e a Universidade de Boston são alvo de protestos por construírem um laboratório que vai investigar potenciais armas biológicas num bairro dessa cidade habitado por comunidades negras e latinas. Aprovado pelo governo em Fevereiro de 2006, o Laboratório Nacional de Enfermidades Infecciosas Emergentes é mais conhecido como BSL-4, sigla em inglês de biossegurança de nível 4, a de maior risco pelo tipo de material que maneja. As obras começaram em Março deste ano e devem terminar em 2008.

Por Zilia Castrillón, Boston (EUA), 17/05/2007*