Está aqui

Pesquisar

Artigo | 1 de Agosto 2015

A pretensão de uma filosofia pós-humanista progressista não passa obviamente por recusar as conquistas universais dos direitos humanos; mas antes, por contrapor-se ao (neo)liberalismo político, à hegemonia do falocentrismo e do patriarcado, à heteronormatividade e ao darwinismo social como formas disciplinares da modernidade.

Artigos Opinião Esquerda | 1 de Dezembro 2014

Segundo o filósofo José Gil, a atrofia do indivíduo efetivada através da política austeritária de ataque constante às condições de bem-estar social, resulta no surgimento de um ego artificialmente sobrevalorizado e ensimesmado, sem correspondência real e socialmente aferida.