Está aqui

Opinião

7 Abril, 2022

Hoje, nos Açores, aquilo que se verifica é que mais do que se discutirem políticas de combate à pobreza, o que se verifica é a sua crescente estigmatização e a culpabilização de quem recebe apoios sociais. Essa foi a postura que a direita trouxe para o combate à pobreza.

6 Abril, 2022

Em breve estaremos confrontados com a mesma escolha [dos anos 1970]: atualizar salários e pensões enquanto se controla os preços e as margens de lucro de setores estratégicos ou, pelo contrário, esmagar salários e pensões para proteger os lucros.

6 Abril, 2022

A guerra na Ucrânia reavivou e apressou tudo – a NATO, que se vinha a reforçar desde longa data, e o projeto de criação do exército europeu, como forma de externalização militar da Alemanha que se pretende afirmar como superpotência europeia.

6 Abril, 2022

Um programa de saúde de uma esquerda moderna e ambiciosa, tem necessariamente de incluir a democratização da saúde, aproximar o SNS das pessoas, inovar na gestão e valorizar os profissionais de saúde.

5 Abril, 2022

A menos de duas semanas das eleições presidenciais, a vitória, que se adivinhava disputada, passou a ser tomada como garantida. A Guerra na Ucrânia atirou a direita francesa para os braços de Macron, o estadista, que não recusou o convite. Num tempo em que a imigração é pauta fundamental, qual a visão dos candidatos ao Palácio do Eliseu?

5 Abril, 2022

O secretário-geral da ONU disse em Londres que se está a agravar o desinteresse dos governos pelos seus compromissos climáticos e que estamos mais longe dos modestos objetivos do Acordo de Paris.

4 Abril, 2022

Em boa verdade, é muito prematuro e fora de propósito tecer comentários sobre o novo Ministro da Cultura. Porém, é oportuno levantar algumas questões que a governação deixa sempre penduradas.

4 Abril, 2022

A prática de cartel prejudica os consumidores, pois favorece a concentração de ganhos em poucos grupos da grande distribuição a partir de uma fixação concertada de preços.

3 Abril, 2022

Marcelo, atado de pés e mãos, sem todas as letras mas solto em palavras-guia, não lança qualquer ultimato. Puxa dos galões e, à semelhança do que fez em Dezembro do ano passado ao dissolver o Parlamento, relembra que nele reside o poder nuclear do sistema.

3 Abril, 2022

O objetivo é que as mulheres recorram aos serviços de saúde para terem as suas crianças, e por isso a mudança tem de começar por um impulso institucional. Aplicar e discutir boas práticas, facilitar a denúncia, punir os abusos e – principalmente – discutir o assunto, são prioridades.

Páginas