Está aqui

Opinião

21 Maio, 2009

A notícia de que 15 mil registos de desempregados terão sido temporariamente apagados das listas do Instituto do Emprego e Formação Profissional é grave. É grave porque evidencia duas verdades que se vinham já intuindo: (1) os números do desemprego atingem patamares muito mais significativos do que aqueles que o PM admite e (2) o governo PS, sem pejo nenhum, no que diz respeito ao maior problema que o país enfrenta, mente descaradamente aos portugueses.

19 Maio, 2009

Alguns comentadores atribuíram esta nova situação a uma mudança de liderança nos dois países. A explicação real assenta muito mais nas alterações da situação geopolítica - no conjunto do sistema-mundo e na América Latina em particular.

11 Maio, 2009

A opção do poder político e do circo mediático que o acompanha, em apresentar os acontecimentos da Bela Vista, em Setúbal, como um caso de polícia, dando uma resposta exclusivamente policial a problemas fundamentalmente sociais, parecem querer atiçar fogueiras que já arderam na França, Grécia e outros locais.

1 Maio, 2009

Confesso mais esta fraqueza: adoro os editoriais de José Manuel Fernandes. Bem sei que os meus amigos não se cansam de me dizer que se trata de um político reaccionário, porque é um dos defensores do genocídio no Iraque (cuja “libertação” à bomba lhe mereceu uma sempre comovente “lágrima furtiva”). Bem sei que é um dos homens de confiança de Cavaco Silva e um dos promotores da unidade da direita para a sua vitória presidencial (o que prova como é bem sucedido). Mas o certo é que nada disso me impede de adorar os seus editoriais.

30 Abril, 2009

A experiência governativa do Partido Socialista, da sua maioria absoluta aproxima-se do fim. Dentro de poucos meses, os portugueses farão a avaliação dessa prática governativa.

Mas em poucas áreas de governação a experiência se mostrou tão desastrosa e tão desastrada como na área da Educação. E porque o Partido Socialista sabe disso lança mão de todos os expedientes e recursos para maquilhar os seus falhanços e intimidar os seus críticos.

29 Abril, 2009

Quase toda a gente levou a reunião do G20 de 2 de Abril em Londres demasiado a sério. Especialistas e críticos analisaram-na como se o seu objectivo fosse introduzir algumas mudanças nas políticas dos estados que participaram. O facto é que todos os que compareceram sabiam antecipadamente que nada significativo iria mudar devido à reunião, e que as pequenas mudanças menores que nela foram adoptadas poderiam facilmente ter sido negociadas sem que a reunião tivesse ocorrido.

27 Abril, 2009

No dia 16 de Abril, o Parlamento aprovou na generalidade três propostas do Bloco de Esquerda: levantamento do segredo bancário, publicação das remunerações dos corpos gerentes das empresas cotadas e uma taxa sobre os pára-quedas dourados. Desde então, tem sido um frenesim: "confisco soviético" garante a primeira página do Jornal de Negócios de dia 20, "inusitada aprovação", lê-se nas páginas da mesma edição, "populismo" e "demagogia inacreditável", dizem à uma todos os comentadores ouvidos pelo jornal.

25 Abril, 2009

Há trinta e cinco anos derrubou-se o muro que nos impedia de sair de uma guerra ignóbil e nos prendia na nossa própria pátria.

17 Abril, 2009

O Afeganistão sempre foi o cemitério de todos os invasores, desde Alexandre Magno aos Soviéticos, passando por Gengis Khan e a Grã-Bretanha.

14 Abril, 2009

Reduzir e controlar os indecentes salários dos administradores e os lucros dos accionistas das muitas empresas que recebem avultados subsídios do Estado, constituiu tema de debate nas últimas semanas em França, enquanto se multiplicam os casos de patrões sequestrados por trabalhadores em luta...Nós por cá todos bem...

Páginas