Está aqui

Opinião

15 Janeiro, 2011

A importância das presidenciais é a do toque a reunir em defesa do Estado Social.

14 Janeiro, 2011

Durante os dez anos em que Cavaco Silva foi Primeiro-Ministro, abriram-se muitos dos buracos que hoje assolam as contas públicas e a economia portuguesa.

14 Janeiro, 2011

Ao agitar o espectro de uma crise, Cavaco Silva ignora sobranceiramente que já vivemos uma crise e muito grave.

13 Janeiro, 2011

O “não – dito” faz parte do cerimonial de poder de Cavaco. Falar é para ele um martírio.

13 Janeiro, 2011

É de respeitar a posição de quem prefere não optar, mas o voto branco não funciona para quem quer tomar posição na luta social e política.

13 Janeiro, 2011

Aos jovens portugueses que ainda pensam em abster-se nas próximas eleições presidenciais, digo: mexam-se e votem.

12 Janeiro, 2011

Interiorizou-se a ideia de que a crise é regular, é constante, é o dia-a-dia normal.

12 Janeiro, 2011

O voto em Alegre é um voto em defesa dos direitos sociais, um voto contra a austeridade, um voto contra o FMI.

12 Janeiro, 2011

Um século depois verificamos que tal princípio é cada vez mais posto em causa.

11 Janeiro, 2011

Como bom aluno, Cavaco Silva defende o austeritarismo porque não acredita num programa económico para o país e defende o Estado caridade.

Páginas