Está aqui

Ora venha de lá essa censura!

O PS e a UGT enfraquecem com a sua fraqueza a luta social. Das duas uma: ou enfrentam a ditadura da austeridade ou tornam-se definitivamente seus cúmplices.

Numa altura em que as esquerdas deveriam estar com uma concentração máxima de energias na luta contra a austeridade infinita e seus algozes, o PS hesita uma vez mais. É que não estamos apenas a falar do aumento exponencial das desigualdades, da punição dos pobres e desempregados, da descarada transferência de riqueza para o sector financeiro. O que aconteceu no Chipre – e que o governo português apoiou – é já um atentado contra os pilares do estado de direito. Aliás, a institucionalização da austeridade e a quase proibição de políticas de investimento e de redistribuição representam um passo mais na asfixia democrática.

Ora, da parte de alguns dirigentes socialistas escutamos mirabolantes apelos a um pacto de regime com a direita, enquanto o seu secretário-geral afirma, como se fosse uma bomba atómica, que entrou em rutura com o governo. Ou seja, tacitamente admite aquilo que para muitos era já uma evidência – até ao momento o PS esteve em colaboração ativa na aplicação do memorando, opondo candidamente uma austeridade soft a uma austeridade hard, uma espécie de gradação na mesma orientação desgraçada.

O PS recusa-se ainda a apresentar uma moção de censura! E parece preferir como o seu principal aliado…Cavaco Silva. Aliás, ninguém conhece o teor substantivamente alternativo das suas propostas e nenhuma delas toca o nervo da questão. Tal como Hollande, o pretenso salvador da Europa, que desapareceu cabisbaixo sob a batuta da senhora Merkel e que está a impor a austeridade light em França, juntamente com desregulação laboral. A mesma velha receita, apenas com diferença de grau.

O PS e a UGT enfraquecem com a sua fraqueza a luta social. Das duas uma: ou enfrentam a ditadura da austeridade ou tornam-se definitivamente seus cúmplices.

Sobre o/a autor(a)

Sociólogo, professor universitário, Presidente da Associação Portuguesa de Sociologia. Dirigente do Bloco de Esquerda.
(...)