Está aqui

J. Soeiro:"Acha que o país se lamenta de se ter libertado da vossa religião da austeridade?"