Está aqui

Agenda

E.g., 22/02/2019

22 Fevereiro

Viva João César Monteiro | Ciclo de Cinema

18h - Filme “A Comédia de Deus”. Mais informações/evento de facebook.
Setúbal, Auditório Charlot.

Lançamento de A Banca ao Serviço do Povo, de Ricardo Noronha

Com a participação do autor, de Ricardo Paes Mamede e de Luis Trindade.
Lisboa, Tigre de Papel - Rua de Arroios, nº 25, 18h30.

Debate com sindicalistas rumo ao 8M

Com Verónica Castro, Enfermeira; Bárbara Góis, Operadora de Call-Center/STCC; Aurora Lima, Professora/STOP; e Rita Penim, SIEAP. Ver evento de facebook.
Lisboa, Rua Maria 15, 19h.

Comício de abertura da campanha

Com as intervenções de Marisa Matias, candidata do Bloco ao Parlamento Europeu, Catarina Martins, coordenadora nacional do Bloco, e José Manuel Pureza, deputado do Bloco. Atuação musical de Omiri. Ver cartaz.
Coimbra, Pavilhão Centro de Portugal, 21h30.

2º ciclo de cinema LGBTI de Viseu

Filme “120 batimentos por minuto”, de Robin Campillo.
Viseu, sede do núcleo Sporting Club de Portugal de Viseu, 22h.

23 Fevereiro

Sessão de Cinema LGBT na Covilhã: Filme “MOONLIGHT” + conversa

Ver cartaz.
Covilhã, sede do Bloco - R. Fernão Penteado, nº2 – 2º, 15h.

Tarrafal: 4 filmes 4 realizadores

15h15: Há Setenta Anos no Tarrafal – Os Últimos Sobreviventes, de Fernanda Paraíso
16h15: Era Uma Vez… o Tarrafal, de José Manuel Silva
17h15: Tarrafal: Memórias do Campo da Morte Lenta, de Diana Andringa
18:45: No antigamente do Tarrafal, de Miguel Petchkovsky
19h: Debate com Diana Andringa, Fernanda Paraíso, Miguel Petchkovsky e Irene Pimentel.
Lisboa, Auditório do Museu do Aljube - Rua de Augusto Rosa, 42.

Lembrar José Afonso através dos livros e dos amigos!

Com intervenções de Manuel Louzã Henriques e Rui Pato e com um momento musical proporcionado por João Queirós. Ver evento de facebook.
Coimbra, Atrium Solum - Av. Elísio de Moura, 85, 16h.

Porto| Debate "Cuidamos de ti, Cuidamos de nós?"

Com Maria Filomena Cardoso (Dinamizadora associativa/ Cozinheira), Marina Romana (Técnica auxiliar de Geriatria) e Madalena Maia (Delegada Sindical do STFPSN Sindicato dos trabalhadores em funções públicas e sociais norte). Ver evento de facebook.
Porto, Junta de Freguesia do Bonfim - Campo 24 de Agosto, 294, 16h.

Sessão Pública: Greve Feminista Internacional

Os 4 eixos da greve feminista: Eixo do trabalho assalariado com Mafalda Brilhante; Eixo estudantil com Andreia Quartau; Eixo dos cuidados com Camila Lobo; Eixo do consumo com Adriana Lopera. Moderação: Joana Grilo. Ver cartaz.
Lisboa, sede nacional do Bloco de Esquerda – Rua da Palma 268, 18h.

Jantar-Tertúlia: Das propinas ao financiamento do Ensino Superior

Com Ana Mesquita, Bárbara Carvalho, Luís Monteiro e Nuno Bio. Inscrições aqui ou por email mondediplopt@gmail.com.
Lisboa, ACV – Associação Caboverdeana de Lisboa (Av. Duque de Palmela, n.º 2, 8.º andar), 19h30.

Conversas atrevidas

As Conversas Atrevidas são organizadas pelo Núcleo do 8 M da Cova da Beira, com o apoio do Teatro das Beiras. Oradoras: Teresa Silvestre (eixo laboral), Márcia Luz (eixo do consumo), Carmo Povoas (eixo do trabalho não remunerado) e Maria Contreras e Antonieta Garcia (eixo estudantil). Moderação: Merícia M. A. Passos. Ver evento de facebook.
Covilhã, Teatro das Beiras, Tv da Trapa 2, 21h.

Tributo a Zeca Afonso

O evento incluirá música ao vivo, tocada por Alexandre Barros e Manuel Malaguerra, bem como poesia, declamada por Clara Moura e José Vieira Lourenço. Promovido POR MÃO PRÓPRIA. Ver cartaz.
Coimbra, Liquidâmbar, 22h.

24 Fevereiro

25 Fevereiro

Conferência sobre Agustina Bessa-Luís por Isabel Rio Novo

Ver evento de facebook.
Lisboa, El Corte Inglés - Avenida António Augusto de Aguiar 31, 18h30.

Sessão "Venezuela: Que Caminhos?"

Com as presenças de Pedro Filipe Soares (Deputado do Bloco), Jorge Cabrera e Sérgio Tapia. Moderação de Marcela Uchoa. Ver evento de facebook e cartaz.
Coimbra, Bar do Teatro da Cerca de São Bernardo, 21h30.

26 Fevereiro

Jean Wyllys em Coimbra: “Discursos de ódio e fake news da extrema direita e seus impactos nos modos de vida de minorias sexuais, étnicas e religiosas – o caso do Brasil”

Apresentação e comentários:  Ana Cristina Santos, Boaventura de Sousa Santos e Bruno Sena Martins (CES). Organização: Programa de Doutoramento «Human Rights In Contemporary Societies», Projeto de Investigação «INTIMATE | Cidadania, Cuidado e Escolha: A Micropolítica da Intimidade na Europa do Sul» e Fundação José Saramago. Mais informações.
Coimbra, Auditório, Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra, 16h.

Livros no Aljube: “Saúde e Fraternidade” - A República Possível (1910-1926), de Fernando Pereira Marques

Apresentação de António Ventura. Seguida de um Porto em honra da República.
Lisboa, Auditório do Museu do Aljube - Rua de Augusto Rosa, 42, 18h30.

27 Fevereiro

Documentário “Quem vai à Guerra”, de Marta Pessoa

Ver evento de facebook.
Lisboa, ICS - Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa - Av. Professor Aníbal de Bettencourt, 9, 16h.

Jean Wyllys em Lisboa: Por que se exilar do Brasil hoje?

Apresentação e comentários: Ana Cristina Santos, Boaventura de Sousa Santos e Bruno Sena Martins (CES) e Pilar Del Río (FJS). Organização: Programa de Doutoramento «Human Rights In Contemporary Societies» (CES/UC), Fundação José Saramago e Colectivo Andorinha – Frente Democrática Brasileira de Lisboa. Ver evento de facebook e mais informações.
Lisboa, Casa do Alentejo – Rua Portas de Santo Antão 58, 17h30.

28 Fevereiro

Viva João César Monteiro | Ciclo de Cinema

18h - Filme “As Bodas de Deus”. Mais informações/evento de facebook.
Setúbal, Auditório Charlot.

1 Março

Sessão jubilar de Mário Durval

Mário Durval é Delegado de Saúde Regional de Lisboa e Vale do Tejo e Diretor do Departamento de Saúde Pública da ARSLVT.
Lisboa, Fórum Lisboa, 14h30.

Últimas Notícias

O pedido de Maduro é uma mudança de orientação, uma vez que o Governo sempre negou a existência de uma crise humanitária

Venezuela: Maduro pede ajuda humanitária à ONU

A vice-presidente, Delcy Rodríguez, anunciou que a Venezuela pediu assistência técnica humanitária de medicamentos e alimentos através da ONU. O pedido é feito num momento em que aumenta a pressão dos Estados Unidos e de Guaidó, para que o país autorize a entrada de pretensa ajuda humanitária dos EUA.

Morreu Arnaldo Matos

O fundador do PCTP-MRPP faleceu na noite da passada quinta-feira. Tinha 79 anos e recentemente tinha voltado à política ativa.

Haiti, revolta contra a corrupção no meio da pobreza

As irrupções de revolta contra a pobreza têm sido permanentes. Em 2018, julho, outubro e novembro foram meses de forte protesto no Haiti. Fevereiro volta a ser um mês intenso devido à corrupção que atingiu os mais altos escalões do Estado. Registaram-se pelo menos sete mortos.

Cartaz de comício de abertura da campanha.

Bloco apresenta mandatário e lança campanha europeia esta noite em Coimbra

Bloco lança esta noite a campanha para as próximas eleições europeias com um comício em Coimbra, com intervenções de Marisa Matias, Catarina Martins, José Manuel Pureza, e do ator António Capelo, mandatário da campanha.

Técnicos de diagnóstico: “Está nas mãos do Parlamento corrigir o erro do Governo”

O decreto-lei publicado pelo Governo à revelia dos sindicatos não reconhece o tempo de serviço que as pessoas já têm e também não reconhece as responsabilidades e categorias já existentes. O Bloco pediu a apreciação parlamentar do diploma e apela aos restantes partidos para que tomem posição.

Servidores. Foto de Stefano Petroni/Flickr.

Interromper contratos de fidelização? Operadores estão contra.

Quase todos conhecem os contratos de fidelização com empresas como a MEO, NOS ou Vodafone: fica-se dois anos preso ao contrato. Se se quiser mudar de operador antes do final do prazo, tem de se pagar as mensalidades em falta. A Anacom quer reduzir essa penalização. Os operadores estão contra.

Professores gravemente doentes obrigados a trabalhar

A Fenprof denuncia que há professores em situação de incapacidade a serem obrigados a apresentar-se para trabalhar nas escolas. São, por exemplo, casos de cancro, AVC ou em hemodiálise o que, consideram, é uma “humilhação” e um “enxovalho”.