Rostos da crise: Carmen Matos

24 de June 2020
PARTILHAR

Com a pandemia da Covid-19 os tribunais encerraram e os advogados tiveram uma brutal quebra de rendimentos. Foi o que aconteceu com Carmen Matos que apesar disso continuou, tal como todos os advogados e solicitadores, obrigada a contribuir mensalmente com 251€ para a sua caixa de previdência própria deste profissionais, a CPAS, que não lhes fornece qualquer proteção social.

A Caixa de Previdência de Advogados e Solicitadores tem de ser integrada na Segurança Social, para que estes milhares de pessoas tenham acesso à mesma proteção social que os restantes trabalhadores.

 Ninguém pode ficar para trás. Partilha!

Termos relacionados: reportagens
Facebook