You are here

Dossier 302; Argentina: derrota anunciada de Macri num país destroçado

Argentina, Alberto Fernández e Cristina Fernández Kirchner - Foto de Julio Gelves/Epa/Lusa

Argentina: derrota anunciada de Macri num país destroçado

October 22, 2019

As eleições deste domingo 27 na Argentina devem confirmar o resultado das primárias de 11 de agosto e dar a vitória, possivelmente já na 1ª volta, ao peronista Alberto Fernández. O fim do governo de Maurício Macri marca a derrota de um dos principais aliados de Trump e de Bolsonaro no continente. Dossier organizado por Luis Leiria.

Protesto em Buenos Aires em setembro de 2019. Foto de EPA/Fabian Mattiazzi, Agência Lusa.

Argentina: Derrota de Macri cria uma nova relação de forças sociais

October 22, 2019

A vitória anunciada do peronista Alberto Fernández representa uma mudança de relação de forças sociais na Argentina. No terreno internacional, a saída de Macri trava o realinhamento impulsionado por Trump com o Grupo de Lima. O Esquerda.net entrevistou Aldo Casas e Juan Carlos Fernández, do Conselho de redação da revista Herramienta. Por Luis Leiria.

Macri não pôde transferir a crise para o próximo presidente e deixará uma economia em ruínas

Argentina: Dívida, FMI e auditoria num contexto inédito

October 22, 2019

Macri não pôde transferir a crise para o próximo presidente e deixará uma economia em ruínas. Ele livrou-se da antecipação das eleições e de enfrentar uma rebelião popular semelhante à do Equador, mas desapareceu no final do mandato. Por Claudio Katz.

Uma "villa miséria" (bairro de lata) em Buenos Aires. Foto publicada por Buenos Aires Photographer em https://www.flickr.com/photos/22185138@N00/3862245608

Eleições na Argentina: certezas, evidências, incógnitas e um mar de dificuldades

October 22, 2019

A incerteza política foi afastada. Por outro lado, as dimensões económica e social indicam que o caminho para o dia 27 de outubro segue à beira do precipício e as margens de manobra para após o dia 10 de dezembro são muito estreitas. Por Eduardo Lucita.

A Bolsa de comércio de Buenos Aires. Foto de By Antonio García from Madrid, Spain CC BY 2.0, https://commons.wikimedia.org/w/index.php?curid=2582373

Argentina: os mercados cercam a democracia

October 22, 2019

Nas urnas, população goleou política quase idêntica à de Bolsonaro. Um dia depois, oligarquia financeira deflagra crise cambial e sugere: “agora, quem vota somos nós”. Vêm aí lances decisivos para o futuro da América do Sul. Artigo escrito logo a seguir às eleições primárias de 11 de agosto por Antonio Martins, Outras Palavras.

Manifestação contra os aumentos de tarifas promovidos por Macri. Foto de Banfield.

Argentina: O escândalo dos aumentos de tarifas

October 22, 2019

Os ganhos das principais empresas privadas que gerem os serviços públicos somam 3.525 milhões de dólares entre 2016 e 2018. Significa que ganharam 3,2 milhões de dólares por cada dia de governo macrista. Há cada vez mais famílias que não conseguem pagar as contas, mas os empresários ganham mais. Por Mónica Arancibia, La Izquierda Diario.

Centenas de milhares de pessoas de toda a América Latina e outras partes do mundo reuniram-se por três dias para discutir questões feministas / Foto Marcha Noticias

Edição histórica de Encontro de Mulheres reúne centenas de milhar na Argentina

October 22, 2019

Durante três dias, milhares de militantes discutiram bandeira plurinacional, aborto legal e construção da luta feminista, compartilharam experiências, construíram redes e participaram de discussões para fortalecer a luta feminista e dos movimentos populares internacionalmente. Peoples Dispatch

Silvia Federici: a Argentina é o país do mundo onde o feminismo está no ponto mais alto.

Silvia Federici: “As redes de mulheres na Argentina são únicas no mundo”

October 22, 2019

A professora feminista destacou o trabalho em rede que se desenvolve no país, tanto em relação ao aborto (Socorristas en Red - Socorristas em Rede) como o dos sindicatos (Intersindical Ni Una Menos - Nem Uma A Menos). Analisou as experiências comunitárias, coletivas e internacionais como alternativas de resistência perante o sistema capitalista, patriarcal e global.