You are here

Pesquisar

Artigos dossier | 21 de April

Esta legislatura europeia ficou marcada pela crise económica e financeira e pelas respostas austeritárias impostas pela Comissão Europeia. O Bloco bateu-se contra a inevitabilidade e desobedeceu à Europa da austeridade. Este dossier pretende relembrar, com notícias da altura, aspetos marcantes do trabalho efetuado por Marisa Matias, Alda Sousa e Miguel Portas e pelo Bloco de Esquerda no Parlamento Europeu, neste mandato.

Artigos dossier | 21 de April

A eurodeputada Alda Sousa participou, em Ramalah, na conferência "Feedom & Dignity", Liberdade e Dignidade, sobre a situação degradante em que se encontram os presos políticos palestinianos nas mãos do Estado de Israel.

Artigos dossier | 21 de April

A salvaguarda dos direitos dos doentes e dos cidadãos  nos ensaios clínicos parece ser uma questão de senso comum, mas na União Europeia só passa a sê-lo porque o Parlamento Europeu conseguiu reverter uma proposta da Comissão que “parecia escrita pela indústria farmacêutica”, afirmou a eurodeputada Alda Sousa.

Artigos dossier | 21 de April

 O relatório de previsão de receitas e despesas do Parlamento Europeu para 2014 admite um corte de mais de metade das despesas de tradução. A opção coloca em causa "o essencial", como o acesso dos cidadãos ao trabalho parlamentar, denunciou a eurodeputada Alda Sousa.

Artigos dossier | 17 de February

Alda Sousa e Marisa Matias são duas dos 7 eurodeputados portugueses que mais contribuíram para a defesa do clima e do meio ambiente durante o seu mandato no Parlamento Europeu. A bloquista Alda Sousa recebeu a pontuação máxima.

Artigos dossier | 30 de January

"Em democracia não se sujeita a plebiscito o exercício de direitos humanos. Em democracia não se deve referendar os direitos das minorias, porque estas não se podem confundir com a vontade das maiorias", diz a petição, que conta, entre os 10 primeiros signatários, com membros de todos os principais grupos políticos do Parlamento Europeu: Socialistas, PPE, Liberais, Verdes e GUE/NGL.

Artigos dossier | 23 de January

Depois de terem sido expulsos de vários sítios, entre os quais a esquina do edifício do Parlamento Europeu, cerca de 200 afegãos, incluindo dezenas de crianças e mulheres, vivem actualmente num acampamento improvisado numa igreja, no centro de Bruxelas. O Governo belga recusa-se a conceder proteção internacional. Alda Sousa, eurodeputada do Bloco de Esquerda, e Gabi Zimmer, presidente do grupo parlamentar GUE/NGL, visitaram o local esta quinta-feira. Por Dalila Teixeira