You are here

Pesquisar

Artigo | 3 de March

Um ano depois da publicação do vídeo Collateral Murder, a tragédia repete-se, agora no Afeganistão. Nove crianças, com idades compreendidas entre os 9 e os 5 anos, foram abatidas a tiro por um helicóptero na NATO enquanto apanhavam lenha. O incidente traz à memória a morte dos 2 repórteres da Reuters e outros civis no Iraque, e demonstra que não são as revelações da WikiLeaks que põem vidas em risco, mas quem não as leva a sério.

Artigo | 3 de March

O Pagina 12, baseado em vários telegramas de WikiLeaks, conta a história das pressões da embaixada dos EUA sobre o governo argentino a favor da Monsanto (multinacional americana) pelo pagamento das patentes de sementes de soja modificadas geneticamente.

Artigo | 3 de March

O director de Hollywood Steven Spielberg comprou os direitos do livro que conta a história da WikiLeaks, informou o jornal britânico The Guardian. O filme sobre o Wikileaks poderá ser feita pela DreamWorks. O livro foi criticado por Assange e foi uma das causas do “divórcio” entre o australiano e o jornal.

Artigo | 2 de March

Como já se sabia, a WikiLeaks foi nomeada para o Nobel da Paz. Outros nomeados incluem activistas em Cuba, Libéria, ou Quénia, e associações como a Comunidade de Santo Egídio, que combate a pena de morte em África, ou a organização russa Memorial, que trabalha pela reconciliação com base em documentação histórica. O resultado será conhecido em Outubro.

Artigo | 2 de March

Telegramas da WikiLeaks, analizados pelo jornal israelita Haaretz, ajudam a perceber por que se opõem aos EUA aos movimentos pró-democracia no Haiti. E as revelações são sinistras, nomeadamente ao nível do apoio do Brasil às manobras para excluir o presidente democraticamente eleito Jean-Bertrand Aristide e ao comportamento das forças das Nações Unidas.

Artigo | 2 de March

Numa entrevista recente, um antigo colaborador de Ronald Reagan afirmou que não o surpreenderia que Julian Assange fosse assassinado pela CIA — afinal, é uma técnica corrente, tal como a de recorrer a processos judiciais dúbios, como o que o fundador da WikiLeaks enfrenta neste momento. Para além do óbvio — assassinar Assange seria um crime hediondo —, a imagem dos EUA sairia profundamente prejudicada, se tal viesse a acontecer.

Artigo | 2 de March

Telegramas publicados recentemente pela WikiLeaks revelam fontes legais e ilegais da fortuna da família real saudita. Não é uma revelação brutal ou particularmente surpreendente, mas pode provocar a indignação da população.

Artigo | 2 de March

Os EUA estão igualmente empenhados em ter Julian Assange e Raymond A. Davis em solo americano — mas os motivos são bastante diferentes. Assange não cometeu crime algum e não matou ninguém, directa ou indirectamente; e no entanto, o governo de Obama já demonstrou cabalmente que lhe quer mover um processo judicial, com consequências provavelmente trágicas. Davis é um cidadão americano, acusado de ter morto 2 paquistaneses, e está neste momento detido no Paquistão. Obama está empenhado em conseguir a sua libertação, e insiste numa imunidade diplomática no mínimo dúbia...

Artigo | 28 de February

Numa entrevista com John Pilger, Ray Macgovern, integrante de um grupo de elite da CIA, aborrecido pelo tratamento dado a Bradley Manning, disse ao jornalista: "Quando Tony (Blair) e George (W Bush) decidiram que poderia ser divertido atacar o Iraque, eu disse algo no sentido de que o fascismo já tinha começado aqui. Tenho de admitir que não pensei que iria ficar tão mau e tão rapidamente"

Artigo | 28 de February

Parcerias com diversos jornais da América Latina têm permitido uma ampla divulgação dos telegramas do cablegate sobre a região. Apresenta-se aqui uma pequena síntese do impacto no Peru, México, Chile, Argentina, Colômbia e Guatemala.

Artigo | 26 de February

O antigo presidente americano ter-se-á recusado a participar num evento organizado pela Young Presidents Organization, alegando que não quer fazer parte de um fórum que convidou alguém que "de forma deliberada e reiterada causou grande dano aos interesses dos EUA." Por incrível que pareça, não se estava a referir a si próprio, mas ao fundador da WikiLeaks. Cuja participação dificilmente seria presencial...

Artigo | 26 de February

Esta semana, o humorista americano Stephen Colbert entrevistou Glenn Greenwald, especialista em questões legais e defensor da WikiLeaks. Num tom descontraído, o breve diálogo entre os dois permitiu expor de forma clara que as ilegalidades estão a ser cometidas pelo campo dos detractores da organização, e não o contrário. Há uns meses, Colbert entrevistou Julian Assange(2), e a abordagem foi mais séria. E mantém-se pertinente na discussão global em torno da WikiLeaks.

Artigo | 26 de February

Telegramas da WikiLeaks sobre a Colômbia realçam a promiscuidade das últimas décadas entre o governo e as organizações paramilitares de direita. As violações de direitos humanos, com execuções extrajudiciais, massacres e atentados a jornalistas são constantes, e repetidamente denunciadas por organizações como a Human Rights Watch ou os Repórteres Sem Fronteiras.

Artigo | 25 de February

O Prémio Internacional da Liberdade de Imprensa deste ano foi atribuído pela Cátedra Unesco da Universidade de Málaga aos jornais parceiros da WikiLeaks na divulgação dos telegramas secretos da diplomacia americana. A distinção premeia o compromisso dos meios de comunicação com o direito à informação e o primado dos media como guardiões da democracia.

Artigo | 25 de February

A decisão do juiz britânico de considerar válido o pedido de extradição do fundador da WikiLeaks para a Suécia nada adianta quanto à culpa/inocência na alegação de crimes sexuais na Suécia. Porém, expõe a necessidade de proceder a alterações de fundo no mandado de detenção europeu. Instituído para facilitar a troca de suspeitos no pós-11 de Setembro, este mandado está na base de violações graves de direitos humanos — fundamentalmente porque não exige indícios fortes de qualquer procedimento criminal internacionalmente reconhecido para sujeitar um indivíduo a sistemas legais não escrutináveis do exterior. O caso de Julian Assange é paradigmático, mas, nas palavras do próprio, está muito mais em questão do que os direitos de uma pessoa só.

Artigo | 25 de February

Entre as muitas questões que se levantam em torno dos pedidos europeus de extradição, uma coisa fica também clara no processo contra Julian Assange: o sistema legal britânico não está isento de pressões políticas. Por outro lado, a asilo concedido a cidadãos russos acusados de terrorismo e associações às máfias torna bem claro que o que conta não são os direitos humanos, mas… a conta bancária.

Artigo | 25 de February

Os norte americanos compreendem a importância do Vaticano como aliado, e lamentam não ter mais influência sobre uma cúria que os seus diplomatas consideram como "italo-cêntrica, enigmática e desactualizada."

Artigo | 25 de February

Num longo artigo sobre a Líbia, o WL Central destaca a relação dos EUA com o país, sobretudo desde a presidência de George W. Bush. Telegramas da WikiLeaks ilustram os interesses económicos e estratégicos dos EUA e da UE, e a conclusão é só uma: "os EUA, o Reino Unido e a União Europeu têm uma responsabilidade especial em pôr fim à violência contra o povo da Líbia, porque é o dinheiro que pagam pelo petróleo que a está a financiar."

Artigo | 24 de February

Defesa do fundador da WikiLeaks já anunciou que vai recorrer. Juiz britânico não aceitou o argumento de que existe o perigo de Assange ser extraditado da Suécia para os EUA, onde poderia enfrentar a pena de morte.

Artigo | 23 de February

Numa entrevista à Newsmax, Daniel Ellsberg, o responsável por revelar os segredos do Pentágono em 1971, defende que as revelações da WikiLeaks foram importantes para derrubar os regimes na Tunísia e no Egipto. Ellsberg reafirma também o apoio pessoal a Julian Assange, que considera "um amigo."

Pages