You are here

Pesquisar

Artigo | 6 de March

jardimO Presidente da República marcou para 6 de Maio as eleições antecipadas na Madeira. O anúncio foi feito pelo chefe da Casa Civil da Presidência da República, Nunes Liberato, numa comunicação lida no Palácio de Belém. Depois de analisar "a situação política" decorrente da demissão de Jardim e "face à inviabilidade de formação de um novo Governo", o Presidente da República decidiu dissolver a Assembleia Legislativa da Madeira e convocar eleições a 6 de Maio.

Artigo | 6 de March

bragaA maioria socialista impediu, na
Assembleia Municipal de Braga, a constituição de uma
comissão eventual para análise de contratos e negócios
celebrados entre a Câmara e as empresas do grupo Rodrigues &
Névoa /Bragaparques.

Artigo | 5 de March

F. Louçã na Quinta das Fontaínhas (Moita) - Foto de Eduardo Rocha"O Conselho de Ministros vai ter de tomar uma decisão sobre este caso da Moita e eu digo desde já ao primeiro-ministro José Sócrates, que este é um problema pelo qual ele é co-responsável" - afirmou Francisco Louçã à agência Lusa, na Quinta das Fontaínhas no concelho da Moita, que visitou ontem.
O novo PDM da Moita prevê a passagem de cerca de 400 hectares de solo rural a solo urbano, com esta operação o terreno é especulativamente valorizado. O coordenador da Comissão Política do BE denunciou o caso da Quinta das Fontaínhas em que uma empresa, só com esta operação, tem um lucro de 10.000 por cento.

Artigo | 5 de March

Toulouse - Foto retirado de Luso JornalMais de 6500 portugueses e luso-descendentes manifestaram-se domingo em França, frente aos seis consulados que o governo português quer encerrar. Segundo os organizadores, terão estado 800 pessoas em Nogent-sur-Marne, mil em Versalhes, quatro mil em Órleans, 400 em Lille, 300 em Toulouse e 300 em Nantes.
Para o próximo dia 18 está convocada uma manifestação em Paris.

Artigo | 3 de March

bandeira_portugalA comunidade portuguesa de França organiza hoje a partir das 15 horas uma jornada nacional de protesto contra a ameaça de encerramento e de desclassificação de oito postos consulares. Nogent-sur-Marne, Versailles, Orléans, Lille, Toulouse e Nantes, são as seis cidades em França onde se realizam acções simultâneas de protesto.
O lema é: "Reestructuração consular sim, liquidação consular não!" e "Com a Comunidade unida e a protestar, o Governo português vai recuar!". As acções de protesto são promovidas pelos colectivos que se criaram no seguimento do anúncio por parte do Governo do encerramento e desclassificação de oito Consulados em França.

Artigo | 2 de March

imagem_202 A manifestação convocada pela CGTP, dividida em dois cortejos dos trabalhadores da administração pública e do sector privado, teve a adesão de muitas dezenas de milhares de pessoas, tendo a organização avançado com uma estimativa de mais de 120 mil pessoas. As palavras de ordem foram dirigidas sobretudo contra a política de desemprego e a precariedade seguida pelo governo PS. Às 17h30, a cauda da manifestação ainda ia a meio do percurso. Carvalho da Silva interveio no final junto à Assembleia da República. Vê aqui as fotos da partida do cortejo da administração pública nos Restauradores.

Artigo | 2 de March

Carmona RodriguesO presidente da Câmara de Lisboa foi entrevistado ontem à noite na RTP e procurou desvalorizar a crise que abala o seu executivo e que já levou à suspensão de mandatos do seu vice-presidente e da sua ex-chefe de gabinete, agora vereadora do urbanismo. Carmona recusa aceitar o cenário de eleições intercalares e reafirmou o desejo de cumprir o mandato até 2009, aproveitando para anunciar a sua pré-candidatura ao cargo nessas eleições. Para José Sá Fernandes, o vereador independente eleito pelo Bloco, não restam dúvidas que "Carmona Rodrigues é uma pessoa que está muito agarrada ao poder".

Artigo | 2 de March

foto de Paulete MatosA CGTP organiza hoje uma jornada nacional de luta, que pretende dar continuidade ao sucesso de mobilização do "Protesto Geral" de Outubro passado. Para o início da tarde está marcada uma manifestação em Lisboa, com dois pontos de partida diferentes: às 14h30 os trabalhadores da administração pública encontram-se nos Restauradores e os do sector privado no Saldanha, unindo-se mais tarde, já a caminho do parlamento. Os organizadores esperam a participação de dezenas de milhares de trabalhadores.   

Pages