You are here

Pesquisar

Artigo | 29 de January

O filme é um apanhado de fragmentos quotidianos gravados pelos próprios Bataclan 1950, cenas que embora sozinhas se completam, ali, montadas umas com as outras, potencializam-se, empoderam e ressignificam uma à outra. Chelas nha kau (Chelas meu lugar), estreou no DocLisboa 2020. Por Pedro Ivo Carvalho.