You are here

Pesquisar

Artigos Opinião Esquerda | 1 de March

No dia 2 de Fevereiro último foi divulgada a versão não-confidencial do relatório "Prospects for Iraq's Stability: A Challenging Road Ahead". Este documento é o produto mais substantivo dos serviços secretos norte-americanos (entregue directamente ao Presidente) e integra o trabalho de 16 agências de espionagem sobre como a situação no terreno vai afectar as questões de defesa nacional nos próximos 18 meses. A avaliação diz que a trajectória do país é de clara deterioração. A violência que se vive no Iraque pode ser descrita como "guerra civil" dadas as características de elevado número de baixas civis, divisões étnicas, facções religiosas, e ainda a existência de 2,4 milhões de refugiados (dados ONU, 4 de Novembro de 2006). Porém, diz-se ainda que a situação é mais complexa do que apenas guerra civil dada a ocorrência de ataques às tropas ocupantes, a grave incidência de criminalidade nas ruas e a interferência de potências vizinhas (alegadamente, movimentos ligados ao Irão e forças da al-Qa'ida).