You are here

Pesquisar

Artigo | 5 de March

A Amazon anunciou que não se estabeleceria mais em Queens e em nenhum outro lugar em Nova York, devido à oposição encontrada na população e nos representantes políticos do distrito mais diretamente afetado pelo estabelecimento da sede da empresa. Por Vicenç Navarro

Artigo | 11 de February

A cobertura do que está a acontecer nas eleições primárias para o cargo de presidente dos Estados Unidos por parte dos maiores meios de informação é, com limitadíssimas exceções, muito parcial, traduzindo a orientação conservadora e/ou neoliberal que caracteriza a grande maioria de tais meios. Por Vicenç Navarro.

Artigo | 12 de October

O ministro alemão das Finanças, Wolfgang Schäuble, não queria resolver a crise. Queria utilizá-la para impor aos países periféricos as mudanças que o governo alemão desejava que fizessem e que solidificariam o poder central e hegemónico que a Alemanha tinha na Zona Euro. Artigo de Vicenç Navarro

Artigo | 10 de August

Tratado de Livre Comércio entre os EUA e a União Europeia é, sem dúvida, a maior ameaça que hoje se abate sobre a democracia e a soberania dos povos, a qual as direitas superpatriotas de sempre estão dispostas a impor, em defesa dos interesses económicos que as financiam. Artigo de Vicenç Navarro.

Artigo | 3 de August

O sociólogo e politólogo espanhol defendeu a confluência do Processo Constituinte com a Catalunya Sí que es Pot, argumentando que “a única alternativa que existe na Catalunha que pode ganhar as eleições é esta coligação de partidos e movimentos sociais que ajudámos a estabelecer, acabando com o asfixiante domínio das direitas”.

Artigos dossier | 24 de July

“A Europa ponto de referência mundial para aqueles que desejam viver em países democráticos e justos desapareceu”, defende o sociólogo e politólogo espanhol. No seu artigo, Navarro denuncia a enorme manipulação dos media espanhóis e alemães no que respeita à chantagem e ao ultimato a que foi sujeita a Grécia.

Artigo | 19 de July

“A Europa ponto de referência mundial para aqueles que desejam viver em países democráticos e justos desapareceu”, defende o sociólogo e politólogo espanhol. No seu artigo, Navarro denuncia a enorme manipulação dos media espanhóis e alemães no que respeita à chantagem e ao ultimato a que foi sujeita a Grécia.

Artigo | 18 de June

O que querem o establishment europeu e o FMI é atacar os sindicatos e o sistema de negociação coletiva que defende os interesses da classe trabalhadora, bem como destruir o sistema de proteção social, incluindo as pensões. É um ataque frontal à classe trabalhadora grega. Por Vicenç Navarro, Público.es

Artigo | 7 de June

Para medir a eficácia destas políticas não basta mostrar que existe agora crescimento económico, é preciso ter em conta também o tempo que demorou para a economia crescer de novo. Por Vicenç Navarro, Público.es

Artigo | 17 de May

Parece que há abundante evidência de que as leis internacionais não foram respeitadas no estabelecimento e crescimento da dívida pública grega, leis reconhecidas pelas Nações Unidas e pela própria Agência dos Direitos Fundamentais da União Europeia. Por Vicenç Navarro

Artigo | 11 de April

O enfoque das notícias nos maiores meios de comunicação espanhóis tem sido sobre a saúde mental do copiloto do avião. Mas não se disse nada sobre as condições contratuais desse piloto, nem sobre as circunstâncias que determinaram que um piloto com tão escassa experiência em controlar tal veículo tivesse essa responsabilidade. Outra informação que também não tem tido muita visibilidade é a diferenciação do valor dos acidentados por nacionalidade.

Artigo | 5 de November

A tomada de consciência de que o Estado não representa os interesses da população, mas sim os interesses financeiros e empresariais entrelaçados, deu origem ao movimento dos Indignados. A maturidade desse movimento foi a causa do surgimento do Podemos.  

Artigo | 3 de October

Suponha você que recebe milhões de euros a juros abaixo de 1%, e compra títulos que lhe geram juros de 4 ou 6%, bastando apenas apertar um botão. Pois bem, acredite ou não, é isto que a banca privada tem estado a fazer.

Artigo | 29 de August

É importante sublinhar que esta terceira recessão, ao contrário das outras duas anteriores, se inicia e está focalizada nos países centrais da zona euro, Alemanha, França e Itália. As outras duas anteriores tinham-se centrado nos países periféricos, Grécia, Portugal, Espanha e Irlanda. Por Vicenç Navarro.

Artigo | 21 de August

É importante limitar os salários tão exuberantes que recebem os banqueiros e grandes empresários em Espanha, salários que não guardam nenhuma relação com a sua produtividade.

Artigo | 24 de July

O aumento das desigualdades tem sido uma das principais causas das crises financeira e económica atuais. Para promover o crescimento, as políticas mais eficazes são a promoção do pleno emprego, o aumento de salários, a redução de impostos o estabelecimento de instituições públicas que garantam o crédito.

Artigo | 4 de June

Nunca antes, durante o período democrático, o Estado espanhol tinha perdido tanta legitimidade. Hoje, a rejeição da população às instituições democráticas e à classe política é generalizada. O famoso lema do movimento 15-M “Não nos representam” converteu-se num slogan generalizado.

Artigo | 1 de June

Hoje, uma das opções políticas, que canalizam mais o descontentamento popular e, muito em particular, o da classe trabalhadora, é a da ultradireita, tal como estamos a ver em vários países. O caso da França é claro. Artigo de Vicenç Navarro.

Artigo | 19 de May

Um dos personagens mais patéticos, no cenário político europeu, é Olli Rehn, porta-voz máximo do neoliberalismo na CE: Reproduz, acriticamente, as suas receitas, que levaram a Espanha ao desastre e continua, hoje ainda, a insistir na necessidade das políticas de austeridade.

Artigo | 8 de May

Este artigo mostra que a principal causa do crescimento das desigualdades se deve à influência que o mundo do capital exerce sobre os Estados, maior que a que tem o mundo do trabalho, o que determina que os lucros do primeiro se realizem à custa dos salários dos segundos, com uma enorme concentração dos rendimentos do capital.

Pages