You are here

Pesquisar

Artigo | 4 de March

Nestes quatro meses, devemos dar passos decisivos que melhorem a nossa posição nos confrontos de amanhã; e estes passos podem ser dados desde que uma grande parte da sociedade estiver determinada a apoiar o governo de salvação social e não apenas esperar. Artigo de Yiannis Bournous, do Secretariado político do Syriza, para o Esquerda.net

Artigo | 4 de March

Por ocasião do lançamento, no dia 6 de março, sexta-feira, do último livro do jornalista e escritor cubano, o Esquerda.net republica uma entrevista na qual Padura fala do seu livro, de basebol, de judeus, de cubanos e de por que não deixa Cuba.

Artigo | 4 de March

A RTP e o jornal Público avançam que as irregularidades, cometidas entre 2002 e 2007, não serão apenas referentes a atrasos de entrega de declarações, dado os elevados valores em causa.

Artigo | 4 de March

Em comunicado de imprensa, os bloquistas informam que, desde o dia 2 de março, a deputada Zuraida Soares foi temporariamente substituída por Lúcia Arruda, atual coordenadora do Bloco de Esquerda Açores, a par de Paulo Mendes.

Blogosfera | 4 de March

Este país adora recordes, a comunicação social também. Desta vez as manchetes anunciam que as taxas de juro da dívida portuguesa atingiram ‘um novo mínimo’ . Dito assim, parece mesmo que a crise acabou. Acabou? Post de Ricardo Paes Mamede, no Ladrões de Bicicletas.

Artigo | 4 de March

O economista Paulo Nogueira Batista Jr sublinhou que “a troika deve respeitar a soberania” da Grécia e defendeu que “a solução para a crise deve incluir a reestruturação da dívida grega nas mãos dos credores oficiais europeus”.

Artigos Opinião Esquerda | 4 de March

Passos Coelho estava no parlamento, enquanto deputado, quando entraram em vigor as leis – em 1993 e 1996 – que tornaram obrigatório o pagamento de Segurança Social pelos trabalhadores a recibos verdes. Como podia não saber?

Artigo | 4 de March

Em entrevista ao El País, o presidente da Comissão Europeia afirmou que existem “vários países mais severos do que a Alemanha”, dando o exemplo da posição assumida nas últimas semanas pelos governos de Lisboa e Madrid no que respeita ao caso grego.

Artigo | 4 de March

Portugal encontra-se entre os dez países onde será mais “doloroso” viver e trabalhar em 2015, segundo avança a revista financeira, que analisou 51 economias mundiais. Dos cinco países que constituem os PIIGS, quatro constam da lista dos 15 países com as economias mais miseráveis.