You are here

Pesquisar

Artigo | 25 de April

Mais uma vez, a música de José Afonso foi escolhida pelos manifestantes para dar início ao desfile que marcou o 39.º aniversário do 25 de Abril de 1974. O governo e o presidente da República e as medidas de austeridade impostas ao país foram alvo do descontentamento popular.

Artigo | 25 de April

Professor encabeça a lista da coligação Mudança composta por seis partidos (PS, Bloco, PND, MPT, PTP e PAN) e defende que “não há nada mais digno do que lutar pelo que é justo, nada mais digno do que a pertença e a igualdade”.

Artigo | 25 de April

João Semedo diz que Cavaco Silva fez um discurso de fação, que reconheceu o insucesso da política de austeridade mas apelou a mais austeridade e sobretudo à resignação dos portugueses perante essa política.

Artigo | 25 de April

É um novo máximo histórico que atinge a quarta economia da zona euro: 27,16% de taxa de desemprego – 6.202.700 pessoas sem emprego. Entre os jovens de menos de 25 anos, os dados são dramáticos: mais da metade, 57,22%, estão desempregados. Um ano de governo do PP significou a destruição de mais de um milhão de empregos.

Artigo | 25 de April

O sociólogo José Soeiro e a poeta Ana Luísa Amaral são os primeiros candidatos do Bloco de Esquerda à Câmara Municipal e à Assembleia Municipal do Porto, respetivamente, depois de um processo assembleário promovido pelo Bloco e por um conjunto de ativistas de movimentos sociais que têm na última década lutado contra a política da direita instalada no governo da cidade.

Artigo | 25 de April

Centenas de pessoas cantam a canção que serviu de senha para a revolução e que tem sido cantada como hino das manifestações contra o governo de Passos Coelho e de Paulo Portas.

Artigo | 25 de April

Catarina Martins diz que o 25 de Abril rompeu com o fardo cultural do país isolado e condenado ao empobrecimento, e criou o consenso em torno do Estado social. Ao pôr em causa este consenso, a direita fez do revanchismo social a sua imagem de marca e põe em causa a própria liberdade. “Mais do que nunca, é preciso devolver a voz ao Povo português para que ele seja senhor do seu destino e inaugure uma nova madrugada”, conclui a coordenadora do Bloco de Esquerda. Leia na íntegra a intervenção na sessão de comemoração do 25 de Abril.

Artigo | 25 de April

Ana Drago considera incompreensível que o “ministro da austeridade” conhecesse situações de alto risco nas empresas públicas desde junho de 2011 e tivesse permitido que os contratos continuassem em vigor.