You are here

Pesquisar

Vídeo Esquerda | 19 de February

Marisa Matias questionou segunda-feira Mario Draghi, presidente do Banco Central Europeu sobre o facto de se persistir numa política económica assente apenas em taxas de juro baixas.

Artigo | 19 de February

Uma ruidosa manifestação de estudantes obrigou o ministro a abandonar uma conferência no ISCTE onde era o orador principal. Quando se preparava para subir à tribuna, um grupo de estudantes começou a gritar ”propinas não” e “governo para a rua, demissão”. Depois de ter sido seguido por vários estudantes pelos corredores da faculdade, o ministro acabou por abandonar as instalações pela porta das traseiras. É a segunda vez, em menos de 24 horas, que Miguel Relvas é interrompido por manifestantes.

Artigo | 19 de February

 

Duas decisões judiciais conhecidas esta terça-feira, do Tribunal Constitucional da Alemanha e do Tribunal Europeu dos Direitos Humanos, reforçam os direitos à adopção dos casais do mesmo sexo. Portugal é referido na sentença do Tribunal Europeu como um dos países europeus onde esse direito também não é reconhecido.

Artigo | 19 de February

Os reformados estão a ser surpreendidos pelo recibo do mês de fevereiro. A Segurança Social está a cobrar os duodécimos e aumento de impostos a dobrar, sem fornecer qualquer informação, gerando confusão e apreensão entre os pensionistas que não percebem o que aconteceu à sua pensão e a amplitude dos cortes.

Vídeo Esquerda | 19 de February

O esquerda.net entrevistou Maria Luísa Cabral, dirigente da associação “APRE!” (aposentados, pensionistas e reformados), que nos disse quais são os objetivos imediatos e a longo prazo e como estão a pensar participar nos próximos protestos.

Artigo | 19 de February

Tribunal militar de Rabat condenou a penas pesadas de prisão “os 24 de Gdeim Izik”, ativistas do Sahara Ocidental presos há dois anos. Amnistia sublinha as alegações de que os presos foram submetidos a tortura, incluindo violência sexual, para confessarem.

Artigo | 19 de February

O som da Grândola Vila Morena voltou a interromper um governante. Depois do primeiro-ministro, no Parlamento, foi a vez de duas dezenas de pessoas silenciarem Miguel Relvas, entoando a famosa canção de Zeca Afonso. Relvas ainda tentou “cantar”, mas só deu para perceber que não conhece a letra. (com vídeo)