Artigo

Os trabalhadores reivindicam um aumento salarial mínimo de 80 euros e uma subida do subsídio de refeição para 9,60 euros. E prometem retomar a greve a 5 e 25 de junho se as suas reivindicações não formem atendidas.

Artigo

As eleições de 29 de maio serão provavelmente um ponto de viragem na vida política da África do Sul, com o ANC a perder a sua maioria absoluta e, pela primeira vez, a ter de chegar a acordos de governo com outros partidos.
 

Artigo

O Governo continua sem reconhecer o Estado da Palestina e foi o alvo das críticas de Catarina Martins no jantar-comício que terminou o primeiro dia da campanha bloquista para as eleições europeias.

Vídeo Esquerda

A empresa portuguesa quer instalar uma mega-celulose numa zona verde e cheia de projetos sustentáveis que agora se sentem ameaçados. Mas os habitantes locais estão a organizar-se para contestar. Por O Salto Galiza.

Event

Com Catarina Martins, Pilar del rio, Luísa Costa Gomes e Shahd Wadi. 
Lisboa, Menina e Moça na Rua Nova do Carvalho, 10h30.

Artigos Opinião Esquerda

Há muito em aberto. Mas uma coisa parece evidente: para vivermos uma vida plena, não nos basta durar, sobreviver, trabalhar. Ganhar tempo para viver é uma das conquistas mais importantes que existem, porque dela depende também, em grande medida, a nossa liberdade verdadeira.

Artigo

O jornalista da WikiLeaks está tão doente que não pôde comparecer às duas últimas audiências em tribunal. Será que estão à espera que ele morra antes do último recurso?

Artigo

Pela terceira vez, Macron reduz a duração e o universo de quem tem direito ao subsídio de desemprego. França Insubmissa considera tratar-se de uma “consequência lógica das novas regras orçamentais que impõem as medidas de austeridade mais severas que já testemunhamos no nosso continente”.

Fotogaleria

Catarina Martins escolheu a sua "feira de infância" para marcar o arranque do período oficial de campanha para as eleições europeias de 9 de junho. Fotos de Rafael Medeiros.

Artigo

Greve convocada pela FESAHT incluiu concentração à porta dos patrões da restauração, que continuam a pagar valores próximos do salário mínimo e a bloquear a contratação coletiva, apesar de os lucros continuarem sempre a subir de ano para ano.