You are here

Pesquisar

Artigo | 15 de November

RUI RIO GASTA 2,5 MILHÕES DE EUROS EM PROPAGANDA
joaosemedoO deputado do Bloco de Esquerda João Semedo acusou, numa intervenção no Parlamento, Rui Rio de gastar fortunas com propaganda política. O deputado bloquista contestou os cortes na cultura feitos pela autarquia portuense e sublinhou que a verba gasta pela Câmara do Porto com actividade culturais era de 200 mil euros, “inferior à da Câmara Municipal da Guarda”, e  muito inferior aos 2,5 milhões de euros destinados «à propaganda camarária». 

Artigo | 15 de November

TRIBUNAL CONSTITUCIONAL APROVA PERGUNTA
abortoO Tribunal Constitucional (TC) aprovou esta quarta-feira, por maioria, a pergunta do referendo sobre a interrupção voluntária da gravidez, aprovada em Outubro no Parlamento.O acórdão foi aprovado por sete juízes, teve o voto vencido de seis outros, repetindo o resultado (sete-seis) da decisão sobre a consulta sobre o aborto em 1998.O acórdão será enviado ao Presidente da República, Cavaco Silva, sexta-feira, sendo publicado em Diário da República na segunda-feira.A partir de segunda-feira, o Chefe de Estado tem um prazo de 20 dias para decidir se convoca ou não o referendo, que terá de ser agendado para entre 40 e 180 dias depois, podendo acontecer nos primeiros três meses do próximo ano.

 

Artigo | 15 de November

BLOCO APRESENTA MAIS 30 PROPOSTAS
orcamentoDepois de ter apresentado um conjunto de propostas sobre a política fiscal - que permitiriam gerar 960 milhões de euros de receita suplementar na redução da evasão fiscal -, o Bloco de Esquerda apresentou agora outras 30 propostas, em quatro áreas fundamentais: defesa do ensino superior e da investigação, resposta à inflação não prevista, defesa dos cidadãos com deficiência, política ambiental.

Veja uma síntese detalhada das propostas no site do Grupo Parlamentar do Bloco de Esquerda.

Artigo | 15 de November

APROVADA DIRECTIVA BOLKESTEIN
european_parliamentO Parlamento Europeu aprovou a chamada directiva Bolkestein que permite trabalhadores imigrantes ganharem o salário do país de origem, em vez da remuneração que ganham todos os trabalhadores nacionais do país de destino. Significa que um trabalhador português pode ser obrigado a trabalhar na Alemanha por um salário quatro vezes menor ao de um trabalhador alemão. Mais informação em be-global.org

Artigo | 15 de November

NAZIS VOLTAM A BERLIM
Alemanha NPD“Bem-vindos à capital do Reich”, foi com estas palavras reveladoras que Udo Voigt, presidente do Partido Nacional Democrático (NPD), o principal partido neonazi alemão abriu o congresso, desta formação, em Berlim.Pela primeira vez, depois da Segunda Guerra Mundial, os Nazis reuniram-se na capital alemã. Numa altura em que a crise social que vive a Alemanha ameaça aumentar a sua influência e, eventualmente, permitir a sua eleição para o Bundestag em 2009.

Artigo | 15 de November

PORTUGUESES CONTRA POLÍTICA DO GOVERNO
SócratesMais de 73% dos portugueses não concorda com as taxas de internamento hospitalar impostas pelo governo de José Sócrates. Esta é uma das conclusões do Barómetro da Marktest efectuado para o DN e a TSF, durante o mês de Outubro. A maioria dos portugueses também se mostra desagradado com a estratégia orçamental do governo: 40,7% não concorda, contra apenas 31% que apoia o executivo. A recusa das políticas governamentais é transversal ao espectro partidário, com execpção dos votantes do PS, em que 60,4% ainda apoiam a política do governo.

Artigo | 15 de November

AQUECIMENTO GLOBAL VAI SER CATASTRÓFICO
katrinaEspecialistas prevêem que as ameaças climáticas podem custar até 1 bilião de dólares (cerca de 780 mil milhões de euros) por ano a partir de 2040, refere um estudo hoje apresentado na 12ª Conferência da ONU sobre as Alterações Climáticas, em Nairobi.
Face à dimensão previsível dos estragos, os especialistas da ONU apelaram à criação de meios destinados a garantir protecção às nações mais pobres, numa altura em que as políticas de segurança estão voltadas, sobretudo, para os países desenvolvidos. O antigo secretário-geral da ONU Kofi Annan alertou, hoje, no encerramento da Cimeira de Nairobi que estamos a "atingir um ponto de não retorno" nas alterações climáticas do nosso planeta.