You are here

A Troika vai-se embora, que sucesso!

Quantos pais não têm agora continentes a separá-los dos filhos, quantos avós não poderão ver os netos crescer? São gerações perdidas para alimentar o sucesso dos mercados, que afinal é o único que interessa a quem nos governa.

Cada vez que ouço um membro do governo a falar da saída da troika como se Portugal fosse finalmente regressar ao mundo dos vivos, dá-me um calafrio na espinha. Um sucesso, dizem eles. Um sucesso.

A taxa de desemprego a baixar, um sucesso. Para as contas do governo, só é desempregado quem comparece nos centros de emprego. 830 mil inscritos, porque os restantes 600 mil são desempregados de longa duração, ou arranjam biscates aqui e ali, e não são contabilizados — nem chegam a ser números, é como se não existissem. 46% dos desempregados não voltarão a trabalhar, (http://www.publico.pt/economia/noticia/criacao-de-30-mil-postos-de-trabalho-insuficiente-para-absorver-recuo-do-desemprego-1622573#/0) mas a taxa de desemprego baixou, é um sucesso!

A taxa de desempregobaixou à custa das pessoas que, ou já desistiram de procurar trabalho, ou não encontram outra solução senão fazer as malas e procurar um futuro noutro pais. Só no ano passado, 116 mil pessoas disseram adeus à vidaque cá tinham e foram empurradas para fora para encontrar um emprego e dignidade. Quantas famílias não ficaram separadas? Quantos pais não têm agora continentes a separá-los dos filhos, quantos avós não poderão ver os netos crescer? São gerações perdidas para alimentar o sucesso dos mercados, que, afinal, é o único que interessa a quem nos governa. Porque este governo só alimenta taxas de juro e ratings.

Menos bolsas de investigação atribuídas, um sucesso. Dois mil estudantes que abandonaram os seus cursos superiores este ano letivo, um sucesso. O maior abandono de sempre da agricultura, um sucesso. Cortes nos salários, nas pensões, na escola e na saúde. Um sucesso. Milhares de pessoas que não conseguem pagar as casas, um sucesso. É tudo um sucesso porque em junho acaba este programa da Troika!

O que eles se esquecem de dizer é que a dívida pública já aumentou 36%1 desde que fomos “resgatados”. Se em 2010 devíamos 162 mil milhões, hoje, passados 3 anos de austeridade desumana, devemos 211 mil milhões. Se nos devastaram desta maneira para aqui chegarmos, imaginem o que acontecerá para conseguirmos chegar aos números que serão impostos por Bruxelas assim que a Troika sair. Vamos substituir a austeridade pela austeridade.

Mas a Troika vai-se embora, que sucesso!


Sobre o/a autor(a)

Designer gráfica
(...)