You are here

José Soeiro

Dirigente do Bloco de Esquerda, sociólogo.

Artigos do Autor(a)

2010/08/02 - 1:21pm

A AR aprovou uma resolução que "recomenda ao Governo a adopção de medidas que visem combater a actual discriminação dos homossexuais e bissexuais nos serviços de recolha de sangue". Surpreendentemente, a Ministra da Saúde veio, quatro meses depois, dizer que a discriminação e o preconceito são para manter.

2010/07/15 - 2:53pm

Cerca de 20 mil bolseiros do ensino superior podem perder a bolsa; metade dos bolseiros, ou seja, cerca de 40 mil, serão afectados. Nas palavras dos responsáveis da Acção Social, os efeitos serão “devastadores”, em particular num país em que as propinas aumentaram, numa década, cerca de 400%.

2010/06/14 - 7:23pm

O Bloco de Esquerda apresentou no Parlamento um projecto de resolução para que predominem critérios científicos nos concursos e para que não se excluam os estrangeiros.

2010/05/20 - 5:03pm

Este texto pretende ser um pequeno contributo para responder a algumas das questões que surgem mais frequentemente nas conversas que todos temos sobre estas questões.

2010/04/22 - 4:45pm

O problema dos bolseiros não é só o do valor das bolsas. É o facto de aquilo que fazem não ser reconhecido como trabalho.

2010/03/17 - 12:00am

Habituado à constante vitimização e desresponsabilização sobre os resultados das suas políticas, o Governo descobriu quem são os culpados da galopante taxa de desemprego em Portugal. Os desempregados e os apoios sociais que alguns destes, cada vez menos, recebem.

2010/03/13 - 12:00am

Na próxima quarta-feira, o Parlamento vai discutir um projecto de resolução do Bloco de Esquerda para acabar com a discriminação de homossexuais e bissexuais masculinos na doação de sangue. Na verdade, a situação que existe em Portugal é totalmente absurda. Os homossexuais ainda estão proibidos de dar sangue. A que propósito? Nenhum, a não ser o preconceito.

2010/02/25 - 12:00am

Todos os anos, há milhares de estudantes do ensino superior que esperam meses pelas suas bolsas. 

2010/01/28 - 12:00am

Mariano Gago esteve esta semana no Parlamento para se indignar consigo próprio. Parece estranho, mas é verdade - e é um exemplo significativo de uma situação que vai generalizar-se.

Pages