You are here

Domingo Sangrento na Irlanda

No dia 30 de janeiro de 1972, em Derry, na Irlanda do Norte, cerca de dez mil pessoas protestavam contra a repressão e as desigualdades religiosas quando as forças policiais inglesas dispararam contra os manifestantes. Morreram catorze pessoas, seis das quais menores de idade; todas as vítimas estavam desarmadas e cinco foram alvejadas pelas costas. Estes acontecimentos ficaram para a história como "Bloody Sunday", o domingo sangrento. Conversa com Mariana Avelãs moderada por Fernando Rosas e Rita Lucas Narra.

Mariana Avelãs é licenciada em Línguas e Literaturas Modernas pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa e mestre em Literatura Irlandesa pela University of Ulster, Coleraine. Nos úlitmos 20 anos, trabalhou como investigadora, professora e tradutora. Participou em diversos movimentos sociais desde o final dos anos 80: lutas contra a prova global de acesso (PGA) e Propinas, e organizações como a Associação pela Tributação das Transações Financeiras para Ajuda aos Cidadãos (ATTAC), Os Jovens Pelo Sim, o Movimento pela Igualdade, a Auditoria Cidadã à Dívida , Que se Lixe a Troika e o Congresso Democrático das Alternativas. Atualmente, centra a sua intervenção na área da educação.

Para não perderes nenhum programa, subscreve o Convocar a História via iTunesSpotifyDeezer ou RSS


Outros podcasts no esquerda.net

Música portuguesa n'Os Cantos da Casa: subcreve via iTunes, Deezer ou RSS.

Noticiário canábico quinzenal no Quatro e Vinte: subscreve via iTunesSpotifyDeezer ou RSS.

Leituras longas de contos e artigos no Alta Voz: subscreve via iTunesSpotifyDeezer ou RSS.

Sons de sessões públicas e conferências no Mais Esquerda: Subscreve via iTunesSpotifyDeezer ou RSS.

Termos relacionados Convocar a História