Matthias Schindler

Matthias Schindler

Técnico de construção de máquinas reformado. Politógo.

Entre os libertados encontram-se líderes políticos, dissidentes da FSLN, sindicalistas, dirigentes camponeses, ativistas dos direitos humanos, empresários, líderes estudantis, jornalistas, académicos e padres, entre outros. Por Matthias Schindler

Na Nicarágua, há atualmente mais de 200 presos políticos. Dora María Téllez tem 66 anos de idade, foi uma das comandantes da luta de libertação da Frente Sandinista, é uma das prisioneiras da ditadura chefiada por Daniel Ortega. Artigo de Matthias Schindler.

Paul Reichler, que representou o governo nicaraguense em litígios internacionais, denunciou que se tinha estabelecido uma nova ditadura na Nicarágua. O Embaixador junto da OEA, Arturo McFields, denunciou energicamente a repressão do regime de Ortega contra o povo nicaraguense. Por Matthias Schindler.

A 21 de novembro de 2021, deixei a Nicarágua pela última vez. Despedi-me de um país a cuja libertação e desenvolvimento tinha dedicado mais de quarenta anos da minha vida política. Deixei para trás um país cuja revolução tinha sido traída e irremediavelmente destruída. Texto de Matthias Schindler.

A 10 de janeiro de 2022, Daniel Ortega tomou posse como presidente da Nicarágua para o quarto mandato consecutivo. Mesmo na esquerda latino-americana, as vozes críticas à forma antidemocrática de governação e às manipulações eleitorais de Ortega estão a aumentar. Por Matthias Schindler.

Pela primeira vez desde 1979 que a FSLN não convocou uma manifestação de massas para celebrar o 41º aniversário da revolução sandinista. O presidente Daniel Ortega reapareceu, depois de 38 dias de ausência da vida pública e proferiu um discurso de uma hora. Por Matthias Schindler

Edén Pastora faleceu aos 83 anos. Até ao fim da sua vida, foi um seguidor fiel de Ortega. Quando, em abril de 2018, havia grandes protestos civis contra o governo, Pastora ajudou a formar os grupos paramilitares responsáveis pela sangrenta repressão. Artigo de Matthias Schindler.

Daniel Ortega anunciou que o seu governo, conscientemente e de maneira planificada, não tomará nenhuma medida especial para combater a pandemia de covid-19. A Nicarágua enfrenta uma catástrofe humanitária de dimensões incalculáveis. Por Matthias Schindler.

Sete organizações políticas da oposição assinaram na terça-feira, 25 de fevereiro, no ato de formação da Coalición Nacional, uma plataforma que pretende forçar o regime Ortega-Murillo a restaurar as liberdades democráticas. Por Matthias Schindler.

O regime Ortega tenta difundir internacionalmente a imagem de paz e ordem na Nicarágua sob o nome de “normalidade”. Na realidade, há uma repressão quotidiana a todos os níveis da vida social, que nem sempre é claramente visível fora do país. Por Matthias Schindler