You are here

Breves

Ensino artístico vê desbloqueado financiamento em atraso

O Ministério da Educação anunciou que o Tribunal de Contas já deu o visto aos contratos com as escolas do ensino artístico especializado. Trata-se do concurso extraordinário aberto pelo atual governo para permitir o acesso de alunos de regiões sem oferta pública de conservatórios. Com as verbas desbloqueadas, os alunos do ensino artístico especializado “ficam com o seu percurso académico garantido e as escolas aptas a pagar os salários aos professores”, diz o comunicado do Ministério, citado pela Lusa.