You are here

Ficheiros Secretos

Os “Papéis do Panamá” são apenas a ponta do icebergue do obscuro mundo dos paraísos fiscais.

Estes buracos negros financeiros demonstram que existem duas realidades: a de quem vive dos esforços do seu trabalho e paga impostos e a outra dos muito ricos, os verdadeiros Donos Disto Tudo, que se aproveitam destes alçapões financeiros para esconder e lavar dinheiro, encobrir negócios, fugir aos impostos e, inclusive, financiar organizações terroristas.

Desde primeiros-ministros, oligarcas, ditadores, jogadores de futebol, artistas e traficantes de armas, a lista dos que escondem o seu dinheiro nos offshore é longa e tem o tamanho da pobreza e do desemprego que este gangsterismo financeiro provoca.

Não nos digam que é inevitável, que a culpa é da globalização. Isso é mentira. Quando vemos a quantidade de políticos que aparecem nesta lista, fica ainda mais claro que muitas leis têm a medida dos abusos.

Precisamos de leis fortes e eficazes para defender as nossas sociedades: exigir transparência aos políticos, garantir que as suas declarações de rendimentos e propriedades são fiscalizadas, obrigar à identificação do último beneficiário e fiscalizar as transferências de capitais para os paraísos fiscais. Não há tempo a perder.

Artigo publicado no jornal "Correio da Manhã" em 6 de abril de 2016

Sobre o/a autor(a)

Deputado, líder parlamentar do Bloco de Esquerda, matemático.
(...)