You are here

Volkswagen: 117 mil carros em Portugal têm kit fraudulento

Esta quinta-feira, o fabricante alemão reviu em alta o número de veículos afetados no espaço da União Europeia (UE), que ascende a 8,5 milhões. Grupo Volkswagen ainda não conseguiu apurar quantidade de automóveis com kit fraudulento fora da UE.

Em comunicado, a Volkswagen garante que está a trabalhar a “toda a velocidade” nas soluções técnicas, que “podem envolver software mas também hardware”, e que os veículos começarão a ser intervencionados a partir de janeiro de 2016.

“Todas as medidas serão primeiro apresentadas às autoridades responsáveis. A Volkswagen informará posteriormente os proprietários desses veículos nas próximas semanas e meses”, avança o grupo.

Esta quinta-feira, o ministro da Economia admitiu que, no total, existem no país 102.140 veículos das marcas Volkswagen, Audi e Skoda, “usando o kit fraudulento que distorce a emissão de gases” poluentes, mais cerca de 15 mil veículos da marca Seat.

Em declarações à agência Lusa, Pires de Lima referiu que “os representantes das marcas irão apresentar um calendário para que elas próprias chamem as viaturas para a correção das anomalias, nomeadamente correção do software, ou correção do complemento dos próprios motores, ao longo do ano 2016”.

Em setembro, a Agência de Proteção Ambiental dos EUA (EPA) revelou que largos milhares de veículos do Grupo Volkswagen contêm um dispositivo que permite enganar os testes de controlo de emissões de poluentes. 

Para obter informações sobre se o seu carro foi equipado com um kit fraudulento poderá ir ao site da Wolkswagen, contactar o número 808 30 89 89 ou enviar um email para [email protected], apresentando o número de chassis do veículo.

Artigos relacionados: 

Termos relacionados Sociedade
(...)