You are here

Empresa chinesa vai despedir 100 mil trabalhadores

A Longmay Mining Holding Group, empresa mineira detida pelo Estado chinês vai despedir cerca de 40 por cento dos seus operários para “tentar minimizar os prejuízos” e regressar aos lucros.
"Desde 2012 que a indústria do carvão na China enfrenta um problema de excesso de produção e queda dos preços", escreve este órgão oficial do estado chinês.

A maior empresa chinesa de exploração de carvão pretende eliminar 100 mil postos de trabalho até 2018. A Longmay Mining Holding Group justifica a decisão com a necessidade de “tentar minimizar os prejuízos”. A confirmar-se o despedimento será um dos maiores despedimentos da história do país, desde a consolidação do Partido Comunista Chinês como partido único.

A empresa tem cerca de 240 mil trabalhadores e teve perdas anuais de 5 mil milhões de yuan (728 milhões de euros), avança o China Daily.

Ainda há quatro anos tinha registado lucros no valor de 800 milhões de yuan (112 milhões de euros) e produzido 50 milhões de toneladas métricas de carvão.

"Desde 2012 que a indústria do carvão na China enfrenta um problema de excesso de produção e queda dos preços", escreve este órgão oficial do estado chinês.

Artigos relacionados: 

Termos relacionados Internacional
(...)