You are here

Bloco junta-se este sábado a manifestação dos emigrantes portugueses lesados do BES

Bloco de Esquerda de França considera “inadmissível que o governo português, o mesmo que concedeu milhões e milhões de euros de isenções fiscais ao novo banco, finja nada ter a ver com um assunto de que é um actor essencial”. Bloquistas participam este sábado, em Paris, em protesto dos emigrantes portugueses lesados do BES.
Foto de Nuno Moniz.

Num comunicado emitido esta sexta-feira, os bloquistas reafirmam a sua solidariedade “para com os emigrantes portugueses lesados do BES e a justa luta que travam há longos meses para que lhe sejam devolvidas as economias de vidas inteiras de trabalho e sacrifício”.

No documento lê-se ainda que o Bloco de Esquerda de França lamenta que as medidas propostas pelo partido no parlamento “para evitar que casos como este se reproduzam, tenham sido chumbadas pelos partidos do arco da governação e merecido a abstenção do PS, abrindo o caminho para que novos BES venham a acontecer”.

O Esquerda.net reproduz, na íntegra, o comunicado de imprensa do Bloco de Esquerda de França:

Como desde a primeira hora, o Bloco de Esquerda França vem afirmar a sua solidariedade para com os emigrantes portugueses lesados do BES e a justa luta que travam há longos meses para que lhe sejam devolvidas as economias de vidas inteiras de trabalho e sacrifício.

Como tal, o Bloco de Esquerda França responderá ao apelo do Movimento dos Emigrantes lesados do BES em França e manifestará ao seu lado bem como ao lado daqueles que vindos da Suíça se lhes juntarão, no sábado dia 26 de Setembro.

O Bloco de Esquerda considera inadmissível que o governo português, o mesmo que concedeu milhões e milhões de euros de isenções fiscais ao novo banco, finja nada ter a ver com um assunto de que é um actor essencial.

O nosso partido cujo trabalho na Comissão de Inquérito ao BES é sobejamente conhecido, continuará a estar ao lado dos emigrantes lesados em todos os domínios tanto políticos como sociais.

Lamentámos que as medidas propostas pelo Bloco de Esquerda no parlamento para evitar que casos como este se reproduzam, tenham sido chumbadas pelos partidos do arco da governação e merecido a abstenção do PS, abrindo o caminho para que novos BES venham a acontecer.

Entre os emigrantes lesados e a banca, o Bloco de Esquerda sabe de que lado está: do lado dos emigrantes, e da sua justa luta para reaver o que os tubarões da finança lhes querem furtar: as suas economias, fruto de tanto trabalho, de tanto sacrifícios, de tanta abdicação.

O Bloco de Esquerda saúda a luta exemplar dos emigrantes lesados do BES, e apela a população portuguesa de França a juntar-se a eles, não só para defender as suas legítimas reivindicações contra o assalto de que estão a ser vítimas, como para protestar contra as políticas do governo contra os emigrantes : encerramento de consulados, supressão de cursos de português, instituição da propina, falta de apoio ao movimento associativo, dificuldade de se recensear e de votar, abandono completo dos emigrantes cá fora.

Somos portugueses e Portugal também é nosso!

Concentração amanhã no 45 avenue Georges Mandel, Paris 75 016 às 11 horas da manhã e marcha até à Embaixada de Portugal

Paris, 25 de Setembro de 2015

Bloco de Esquerda França https://www.facebook.com/Cristina-Semblano-Legislativas-2015-427355834131614/timeline/

Termos relacionados Internacional
(...)