You are here

Bloco exige o desvio da rede de alta tensão do centro de Barcelos

"Continuaremos a estar ao lado das populações e a exigir a mudança do traçado da Rede de Muito Alta Tensão", afirmou esta sexta-feira em Barcelos o cabeça de lista do Bloco às próximas legislativas pelo círculo de Braga.
Pedro Soares em pré-campanha para as legislativas em Barcelos. Foto Bloco/Braga

Pedro Soares contactou com a população na Feira Semanal de Barcelos, acompanhado pelo candidato José Ilídio Torres e José Maria Cardoso, além de outros ativistas locais, tendo confirmado a preocupação de alguns cidadãos com a passagem da rede de muito alta tensão, quer pelo centro urbano da cidade de Barcelos, quer por zonas não urbanizadas, mas com funções económicas, tais como industriais ou agrícolas.

O primeiro candidato do Bloco pelo círculo de Braga recordou que o partido já questionou o governo e o presidente da Câmara de Barcelos, e considerou "estranho" o silêncio de ambas as entidades. Pedro Soares sublinhou, no entanto, que o Bloco não está contra aquela infraestrutura - que terá origem na Galiza e atravessará o noroeste de Portugal, até às imediações do Porto - mas antes considera que o traçado tem de ser alterado para não prejudicar a qualidade de vida e as atividades económicas.

O Bloco defende que, em zonas onde o impacto para o ambiente e para a economia é evidente, "a REN tem de apresentar um traçado alternativo, que poderá passar pelo enterramento da linha, mesmo que isso represente custos acrescidos". "O que entendemos é que as populações tem de ser informadas e esclarecidas, para melhor defenderem a sua qualidade de vida e o seu património e que o Estado tem de estar ao lado dos interesses das populações, em vez de pactuar com este secretismo", afirmou Pedro Soares.

Artigos relacionados: 

Termos relacionados legislativas 2015, Política
(...)