You are here

Trabalhadores da logística do Continente fazem greve até sábado

Os trabalhadores da logística do Continente voltam a fazer greve de duas horas por turno, desta quarta-feira até sábado, 29 de agosto, reivindicando aumentos de salários, “congelados há cinco anos”.
Trabalhadores da logística do Continente reivindicam aumentos de salários, “congelados há cinco anos”

O coordenador da região norte do sindicato dos trabalhadores do comércio, escritórios e serviços de Portugal (CESP), Jorge Pinto, disse à Lusa que a paralisação começa nesta quarta-feira e termina no sábado, durante duas horas diárias em todos os turnos.

Nos dias 26 e 28, realiza-se o piquete de greve e na sexta-feira, 28 de agosto, contará com a presença de Arménio Carlos, secretário-geral da CGTP.

Os trabalhadores, que já paralisaram nos em junho e no final de julho, reivindicam aumento de salário de 30 euros por mês e a atualização em 5% do subsídio de alimentação. O sindicato reivindica ainda que a empresa admita mais funcionários, em vez de recorrer às empresas de trabalho temporário.

Jorge Pinto declarou à Lusa: "A empresa mantém-se resistente e recusa-se a dialogar. Na semana passada, voltámos a enviar uma nova carta a tentar que o diálogo viesse, mas não teve resposta".

O sindicalista disse ainda que nas greves anteriores se registaram adesões entre os 60% e os 70% e que “os seus efeitos fazem-se sentir, com alguns produtos a não chegarem atempadamente” aos pontos de venda do grupo no Norte.

Jorge Pinto anunciou ainda que os trabalhadores voltarão a paralisar entre 2 e 5 de setembro.

Notícias anteriores no esquerda.net:

Trabalhadores da Logística do Continente voltam à greve

Sonae Logística: Greve por aumento de salários prossegue até sábado

Artigos relacionados: 

Termos relacionados Sociedade
(...)