You are here

Transportes do Porto: ajuste direto levanta todas as suspeitas

Mariana Mortágua comenta o anunciado ajuste direto da concessão da STCP e da Metro do Porto, depois do fracasso da privatização, e afirma que “este processo não nos deixa nada a não ser suspeitas”.

Eis a declaração de Mariana Mortágua na íntegra:

Não compreendemos como a coligação PSD-CDS se fez eleger nas eleições de 2011 criticando ajustes diretos de poucos milhares de euros e levantando suspeitas sobre estes processos de ajuste direto de valores irrisórios e agora, a um mês de eleições, vem entregar por ajuste direto todos os transportes urbanos do Porto, depois de meses de um processo que foi complexo, que falhou, que foi pouco transparente.

Não nos deixa nada a não ser suspeitas e uma certeza: este não será um processo que defenda os interesses dos contribuintes ou dos utentes dos transportes públicos do Porto.

É um processo que levanta todas as suspeitas e temos razões para isso: É feito à pressa, não é transparente, não oferece quaisquer garantias de defesa do interesse público.

"Privatização dos STCP levanta suspeitas" | ESQUERDA.NET

Artigos relacionados: 

Termos relacionados Política
(...)