You are here

Diana Andringa é mandatária da lista do Bloco de Lisboa

Documentarista e antiga presidente do Sindicato dos Jornalistas entregou no Tribunal Cível a lista encabeçada por Mariana Mortágua. Bloco apresentou protesto por não haver acesso a pessoas com mobilidade condicionada naquelas instalações, o que impediu o arquiteto Jorge Falcato de acompanhar os outros candidatos à secretaria-geral do Tribunal.
A delegação que entregou a lista do Bloco de Esquerda de Lisboa.
A delegação que entregou a lista do Bloco de Esquerda de Lisboa.

O Bloco de Esquerda apresentou esta sexta-feira no Tribunal Cível de Lisboa a sua lista de candidatos a deputados, cuja cabeça de lista é a economista Mariana Mortágua. A mandatária da lista é a jornalista e documentarista Diana Andringa, presidente do Sindicato dos Jornalistas entre 1996 e 1998, jornalista de revistas como a Vida Mundial, jornais como o Diário Popular e Diário de Lisboa, entre outros, e dona de uma longa carreira na RTP, onde fez também parte da Comissão de Trabalhadores.

Falta de acessibilidade é irregular

Roberto Robles e Jorge Falcato a escrever oportesto pela falta de acerssibilidade no Tribunal, em violação da lei.

Um incidente na apresentação da lista impediu um dos candidatos, o arquiteto Jorge Falcato, dos (d)Eficientes Indignados, de subir à sala da secretaria-geral, onde decorreu a entrega da lista. É que o acesso à sala só pode ser feito através de escadas, não tendo nem elevador, nem equipamentos para fazer subir cadeiras de rodas. Solidários, os candidatos não subiram e foi um funcionário que desceu com o livro de reclamações.

Nele, o Bloco apresentou um protesto formal em relação a essa ausência, que é irregular, já que o edifício já deveria ter sido adaptado até o ano de 2004, de acordo com o DL 123/97.

Os primeiros nomes da lista do Bloco de Esquerda de Lisboa são:

Mariana Mortágua

Pedro Filipe Soares

Jorge Costa

Isabel Pires

Jorge Falcato

Luísa Cabral

Jorge Silva

Shahd Wadi

José Casimiro

Ana Feijão

Deolinda Martin  

Artigos relacionados: 

Termos relacionados legislativas 2015, Política
(...)