You are here

RTP: acordo inédito com sindicatos decidido em plenário

Os trabalhadores da RTP são chamados esta quarta-feira a aprovar o pré-acordo para a nova convenção coletiva, que conta pela primeira vez com a assinatura dos oito sindicatos representados na empresa pública de televisão e rádio.
Foto Paulete Matos

Segundo o comunicado subscrito por FE, FETESE, SICOMP, SITIC, SINTTAV, SMAV, SJ e STT, o pré-acordo com a administração prevê “a preservação do salário líquido dos trabalhadores, a salvaguarda dos compromissos assumidos quanto às progressões de carreira passadas e futuras, o pagamento do trabalho extraordinário de forma condigna e a manutenção dos princípios do plano de reforma”.

Os sindicatos destacam a unidade que foi seguida no processo negocial, que permitiu que da ameaça de 600 despedimentos não resultasse nem um, e que dos cortes de 32 milhões de euros em depsesas com pessoal nos próximos três anos se chegasse a um valor bem inferior: 1.4 milhões.

“Pelo caminho, obtivemos o reconhecimento do papel social da empresa, reforçámos o papel dos postos clínicos e abrimos a porta a uma política de combate à precariedade na RTP dando a empresa prioridade de acesso, aos seus quadros, a quem já se encontra a prestar serviço”, prossegue a nota.

Os sindicatos destacam ainda que o processo negocial da nova convenção coletiva envolveu 64 reuniões, 190 horas de negociação, duas administrações da empresam dois ministros e três diretoras de recursos humanos.

Termos relacionados Sociedade
(...)