You are here

Sánchez Gordillo volta a ganhar Marinaleda

A lista encabeçada pelo líder dos trabalhadores agrícolas jornaleiros da Andaluzia voltou a ganhar a Câmara de Marinaleda com uma confortável maioria absoluta.
Sánchez Gordillo, líder da CUT e Presidente da Câmara de Marinaleda desde 1979.

Juan Manuel Sánchez Gordillo, líder da Candidatura Unitária dos Trabalhadores (CUT) e Presidente da Câmara de Marinaleda (Sevilha) desde 1979, voltou a ganhar este domingo por maioria absoluta com 72,54 por cento dos votos e nove vereadores contra 19,20 por cento e dois vereadores eleitos pelo PSOE.

Sánchez Gordillo é o único presidente da Câmara da Andaluzia que nas eleições autárquicas deste domingo renovou o mandato pela décima vez consecutiva.

O também líder dos trabalhadores agrícolas jornaleiros da Andaluzia encabeçou a lista da coligação entre a CUT e a Izquierda Unida (IU) que, com esta nova maioria absoluta, poderá acumular 40 anos à frente do governo local.

Apesar da formação partidária que Sánchez Gordillo lidera ter abandonado a Izquierda Unida, conseguiram encontrar uma lista de consenso entre ambas as forças políticas para concorrer às autarquias na região.

A CUT abandonou a coligação de esquerda pela sua "oposição constante" à "política de pactos" com o PSOE na Andaluzia, posta em prática pela "maioria da IU representada pelo PCE".

Artigos relacionados: 

Termos relacionados Internacional
(...)