You are here

Lauryn Hill adere ao boicote e cancela concerto em Israel

A cantora norte-americana tinha concerto agendado para esta quinta-feira em Telavive, mas tentou também, sem sucesso, dar um concerto para os fãs da Palestina, na cidade de Ramallah.
Foto Greg Chow/Flickr

Lauryn Hill, a antiga vocalista dos Fugees, é a mais recente adesão à campanha para o boicote académico e cultural a Israel. Depois de tentar, sem sucesso, cantar em Israel e na Palestina esta semana, a cantora decidiu cancelar o concerto marcado para Telavive. O anúncio da decisão na sua página no Facebook motivou algumas críticas e bastantes mensagens de apoio.

A cantora junta-se assim a uma lista de artistas consagrados que também cancelaram os concertos por causa do boicote das organizações solidárias com a Palestina e contra os mortíferos ataques israelitas, que só no verão passado mataram mais de 2200 palestinianos em Gaza. Sinéad O’Connor, Elvis Costello, Gil Scott-Heron, Talib Kweli, Moddi e Carlos Santana são alguns dos artistas mais conhecidos a aderir ao boicote, informa o portal Eletronic Intifada.

Termos relacionados Internacional
Comentários (1)