You are here

Breves

Greve paralisa cantinas hospitalares do Grande Porto

Adesão à paralisação é “praticamente total” entre os cerca de 200 trabalhadores da empresa Itau, que prestam serviço às cantinas dos hospitais Santo António, Prelada e maternidade Júlio Dinis, no Porto, e Pedro Hispano, em Matosinhos, segundo o Sindicato dos Trabalhadores da Indústria de Hotelaria, Turismo, Restaurantes e Similares do Norte. Apenas foram cumpridos os serviços mínimos para que os doentes internados não ficassem sem refeições. Trabalhadores acusam empresa de não estar a pagar o trabalho em dia feriado como devia, além de não dar aumentos salariais desde 2010. Já está prevista para segunda-feira uma greve semelhante dos trabalhadores da empresa que presta o serviço nas cantinas dos hospitais de Viana do Castelo e Ponte de Lima.