You are here

PSD perde maioria absoluta na Madeira

Por irregularidades numa mesa de voto, o PSD perdeu a maioria absoluta na Assembleia Legislativa da Madeira. A CDU elege o seu terceiro deputado. Bloco regozija-se com a notícia.
Miguel Albuquerque - Foto de Tiago Petinga/Lusa

Pela primeira vez o PSD não consegue maioria absoluta na Madeira.

Na recontagem de votos, pedida pela CDU, verificou-se que o PSD obteve menos votos do que foi anunciado no passado domingo. Assim, o PSD perdeu mais um deputado e elegeu 23 deputados e não 24, deixando de ter maioria absoluta.

Segundo o “Diário de Notícias da Madeira”, foi publicada a ata da assembleia de apuramento que dá conta de irregularidades numa mesa de votos em Santa Cruz. Nessa mesa de votos eram indicados mais votos no PSD, do que o partido realmente teve. O PSD Madeira diz que vai analisar a ata e pondera se vai recorrer para o Tribunal Constitucional.

Com a recontagem, a CDU obtém mais um mandato, elegendo o terceiro candidato, Ricardo Lume.

Ata divulga pelo DN Madeira

O Bloco de Esquerda da Madeira divulgou um comunicado, onde “regozija-se pela notícia que dá conta da perda de maioria absoluta, por parte do PSD Madeira, no Parlamento Regional”.

O Bloco sublinha que “o crescimento da Esquerda, à esquerda do PS, teve como resultado a perda da maioria absoluta do partido que nos (des)governa há quase quatro décadas” e salienta:

“Sem prejuízo da decisão do Tribunal Constitucional, face a um eventual recurso por parte do PSD,a verdade é que num cenário de maioria relativa, mesmo que coligado com outra força política, o novo Governo Regional terá que ter uma postura de diálogo e de abertura às propostas das oposições o que, por si só, constitui um avanço em termos democráticos e um ganho para a população da Madeira e do Porto Santo”.

Artigos relacionados: 

Termos relacionados Política
(...)