You are here

“Os cofres estão cheios é de desemprego"

O líder parlamentar do Bloco de Esquerda reagiu ao aumento de 12 mil desempregados registado pelo INE em fevereiro. Para Pedro Filipe Soares, "continua a não haver oportunidades nesta economia" e é preciso "arrepiar caminho para lá deste Governo" para "romper com a austeridade".
Foto Renato Roque.

O deputado bloquista disse à Lusa que os números de fevereiro desmentem a” narrativa do Governo" e mostram que "os cofres estão cheios é de desemprego, particularmente de desemprego jovem, que dá um salto imenso neste mês de Fevereiro".

O INE estima que o desemprego tenha atingido 719,6 mil pessoas em Fevereiro, mais 11,7 mil do que em Janeiro. Quanto à redução da taxa em relação a fevereiro de 2014, Pedro Filipe Soares defendeu que ela se fica a dever à “saída das pessoas das estatísticas, e particularmente pela saída das pessoas do país”, como atestam os dados da emigração.

"Nós não vemos uma economia a melhorar, não vemos a capacidade de criação de oportunidades nesse nosso país, vemos é que a austeridade continua a fazer vítimas, e foram 12 mil as vítimas que a austeridade fez em Fevereiro, foram 12 mil as pessoas que passaram para o desemprego", sublinhou.
 
"O Governo não arrepia caminho para lá da austeridade, é por isso necessário então arrepiar caminho para lá deste Governo", concluiu Pedro Filipe Soares.

Termos relacionados Política
(...)