You are here

Alice Brito

Advogada, dirigente do Bloco de Esquerda. Escreve com a grafia anterior ao acordo ortográfico de 1990

Artigos do Autor(a)

2011/08/22 - 1:38am

Este é hoje um país ameaçado, torcido, mal amado. Teoricamente europeu, teoricamente independente.

2011/07/29 - 12:12am

O que o bando que está no poder se esquece é que a única coisa que é definitiva no tempo é o facto de ele ser sempre temporário.

2011/07/12 - 12:12am

Na guerra do Peloponeso Esparta ganhou a Atenas. Mas foi Atenas que sobreviveu até aos dias de hoje. Com democracia.

2011/06/14 - 10:35am

O espaço de tempo que agora vivemos constitui-se como um espaço de confluência de todos os sonhos da direita; da direita direitosa e da direita com voz de galo que andou aos bonés e finalmente pisou chão mais ou menos firme.

2011/05/23 - 12:00am

Já se sabe que este é um país avesso a anjos. Pelo menos ao conceito que se tem de anjos. Em princípio os anjos deviam ser bonzinhos. Não é o caso destes que insistiram na ajuda.

2011/05/04 - 1:36am

Vivemos num país em guerra surda. Por enquanto morna.

2011/04/04 - 12:00am

Tudo tem limites. Quais são os nossos limites? Até onde aguentamos isto?

2011/03/16 - 12:18am

Estes gajos de agora devem odiar o Galileu.
Dava tanto jeito a terra paradinha, sossegada, inerte, imóvel. Se assim fosse até nem se importavam de decretar aquela coisa que se chama democracia.

2011/02/28 - 12:12am

O FMI, o BCE e a CE têm as mãos sedosas do Jack o Estripador. Mãos hábeis, poderosas, flexíveis. Sedosas. Deslizam nos pescoços dos países à procura do sítio exacto do estrangulamento.

2011/02/03 - 1:40am

Temporária, a luz das revoluções é um prodígio de clareza. É a negação do sofrimento. É a exigência da dignidade. É a tenaz da razão, a impor as evidências.

Pages