You are here

"Economia portuguesa continua aos solavancos"

Os números do crescimento do PIB ficaram abaixo das previsões do Governo e da troika. "É uma economia que não arranca", diz a deputada bloquista Mariana Mortágua.
Foto Paulete Matos.

Segundo os números divulgados esta sexta-feira pelo Instituto Nacional de Estatística, o Produto Interno Bruto português aumentou 0.9% em 2014, com o último trimestre a revelar sinais de abrandamento.

Para o Bloco de Esquerda, os números revelam que "a economia portuguesa anda aos solavancos: no mês em que as exportações por acaso conseguem dar um contributo maior, o PIB cresce mais uma décima, basta haver um problema nas exportações desce outra vez".

"Temos uma economia que de facto não arranca, que continua aos solavancos, não temos nem uma reforma do tecido produtivo, nem temos um arranque do consumo e do investimento por causa da austeridade. Sem grande entusiasmo, os dados económicos vêm refletindo o que já aconteceu no passado, uma economia aos solavancos", afirmou Mariana Mortágua aos jornalistas.

A provar a fragilidade deste crescimento económico, "se compararmos o último trimestre de 2014 com o trimestre equivalente de 2013 a economia desacelera em termos de crescimento", prosseguiu a deputada bloquista.

Termos relacionados Política
(...)