You are here

Fenprof defende respeito pela vontade do povo grego

A federação sindical de professores diz que a viragem política na Grécia é uma oportunidade para reavaliar a política económica da União Europeia.
A federação dirigida por Mário Nogueira também defende a renegociação da dívida e o respeito pela decisão do povo grego. Foto Paulete Matos

Em comunicado divulgado esta sexta-feira, a Fenprof defendeu que "devem realizar-se negociações sérias com o novo governo grego", na sequência dos resultados eleitorais que deram a vitória ao Syriza e que constituem "um veredito arrasador sobre a política fracassada que vinha sendo desenvolvida nesse país".

"A viragem política que se está a operar na Grécia constitui uma oportunidade para que esse país saia da crise em que se encontra mergulhado, mas também uma oportunidade para reavaliar a política económica e social da União Europeia", sublinha o comunicado do Secretariado Nacional da Fenprof, que repudia  "todas as tentativas de chantagem que visam impedir que um povo recupere a sua dignidade".

Os professores defendem ainda que este é o momento para "a realização de uma iniciativa à escala europeia sobre a renegociação das dívidas dos Estados, devendo, nesse sentido, o governo português colocar-se ao lado do seu povo e não daqueles que lhe continuam a sugar a riqueza".

Termos relacionados Política
(...)