You are here

Eurogrupo sem acordo sobre a Grécia

A reunião do Eurogrupo desta quarta-feira sobre a Grécia terminou sem qualquer acordo, nem sequer para um comunicado de imprensa. Nova reunião está marcada para a próxima segunda-feira.
Yanis Varoufaki e Wolfgang Schaeuble à entrada da reunião do Eurogrupo

Na conferência de imprensa no final da reunião do Eurogrupo estiveram Jeroen Dijsselbloem, Christine Lagarde e Pierre Moscovici.

O presidente do Eurogrupo, Jeroen Dijsselbloem, declarou:

“Vamos trabalhar nas próximas etapas, nos próximos dias. Fazer progressos até segunda-feira. Infelizmente não o conseguimos fazer agora. Assim, quando é que as pessoas vão poder trabalhar em Atenas? A resposta é não até segunda-feira. Porque precisamos de chegar a um consenso quanto a este processo”.

Também no final da reunião, o ministro grego das Finanças, Yanis Varoufaki, disse que não se esperava um acordo nesta reunião do Eurogrupo.

“Eu fui convidado porque eu sou o novato aqui. Foi-me dada uma oportunidade fantástica e fui muito bem recebido. Tivemos uma ótima oportunidade de apresentar as nossas visões, as nossas análises e as nossas propostas. E como nos vamos voltar a reunir na segunda-feira, é natural que estes temas regressem na próxima reunião”, disse o ministro das Finanças da Grécia.

Apesar da falta de acordo, Varoufakis considerou a reunião positiva: “Foi fascinante. Tivemos uma discussão muito construtiva e extensa sobre todas as facetas da crise grega e a forma como o Eurogrupo pode facilitar a transição para uma nova fase na história da economia social grega”, disse.

Antes da reunião do Eurogrupo, vários ministros das Finanças prestaram declarações à imprensa.

O ministro alemão das Finanças, Wolfgang Schaeuble, declarou: “Não espero resultados hoje. Mas isso depende do que Varoufakis nos disser”.

O ministro belga das Finanças, Van Overtveldt, disse: “Precisamos da confirmação da aceitação do programa”, mas esperar resultados só na “próxima semana”.

Já o ministro francês das Finanças, Michel Sapin, declarou: “Vocês conhecem os dois princípios. Primeiro, respeitar o voto grego. Segundo, respeitar as regras que nos ligam a todos nós”.

Termos relacionados Política
(...)