You are here

Grécia exige indemnizações à Alemanha pela ocupação nazi

No discurso de apresentação do programa de governo, Alexis Tsipras afirmou que a Grécia tem a “obrigação histórica e moral" de reclamar junta da Alemanha cerca de 162 mil milhões de euros referentes a indemnizações da II Guerra Mundial.
Em setembro de 2012, um grupo de trabalho grego avaliou o montante das compensações em dívida em 162 mil milhões de euros.

"A Grécia tem a obrigação moral para com o seu povo, para com a sua História e para com todos os povos europeus que lutaram e deram o seu sangue contra o nazismo", declarou o primeiro-ministro grego na apresentação do programa de governo no Parlamento.

O valor da indemnização, 162 mil milhões de euros, representa praticamente metade da dívida pública do país, estimada em 315 mil milhões de euros.

A ocupação do país iniciou-se em abril de 1941, após a invasão das forças do eixo e subsequente queda do governo, que se viria a exilar em Inglaterra.

Os nazis estabeleceram imediatamente um governo fantoche que concedeu empréstimos compulsórios ao III Reich no valor de 475 milhões de Reichsmark, através do Banco da Grécia em 1942.

Em setembro de 2012, um grupo de trabalho grego avaliou o montante das compensações em dívida em 162 mil milhões de euros.

A Katochi – “A Ocupação” - terminaria com a retirada das tropas nazis do território continental em 1944, no entanto, como foi o caso de Creta, as forças alemãs permaneceram até meados de 1945.

Artigos relacionados: 

Termos relacionados Internacional
Comentários (1)