You are here

Hepatite C: Bloco lamenta processo “doloroso” até ministro ter chegado a acordo

Deputada Helena Pinto espera que “todos os doentes tenham acesso ao tratamento" o mais rapidamente possível e lamentou que “tenha sido preciso” um processo, “extremamente doloroso para tantas pessoas”, para “depois, de forma tão rápida, o ministro vir esclarecer” e chegar a acordo com uma farmacêutica.
Um doente com Hepatite C, que espera há um ano pelo medicamento que lhe pode salvar a vida, chegou a interpelar o ministro da Saúde no Parlamento. Foto Miguel A. Lopes/Lusa

A deputada Helena Pinto pronunciou-se sobre o anúncio do ministro da Saúde de que o novo medicamento para tratar a Hepatite C já vai estar disponível em "quantidades substanciais" na próxima semana e de que o ministério chegou a acordo com a farmacêutica Gilead para o fornecimento do medicamento. O acordo prevê a comparticipação do Estado português dos dois medicamentos a 100%.

Helena Pinto começou por afirmar: “Temos que dizer que hoje é um dia muito importante e esperemos que a esperança que hoje foi aberta para que todos os doentes tenham acesso ao tratamento se concretize o mais rapidamente possível”.

Em segundo lugar, a deputada bloquista sublinhou: “Lamentamos profundamente que tenha sido preciso todo este processo, extremamente doloroso para tantas pessoas, que viram a sua autorização andar meses e meses pelas secretárias dos hospitais e, inclusivamente, termos assistido a uma morte, para, depois, de forma tão rápida, o ministro vir esclarecer os portugueses e tenha chegado a acordo com uma farmacêutica”.

A deputada bloquista salientou ainda que o Bloco vai continuar a acompanhar o processo.

Artigos relacionados: 

Termos relacionados Política
(...)