You are here

Chomsky: Programa de drones de Obama é “a campanha terrorista mais extremada”

Noam Chomsky critica a hipocrisia ocidental na sequência dos recentes ataques terroristas em Paris. O académico denuncia o programa de drones de Barack Obama, que ele descreve como a campanha terrorista mais extremada da história dos tempos modernos. Por Andrea Germanos.
Noam Chomsky falando em maio de 2014 – Foto Chatham House/fickr

Noam Chomsky critica a hipocrisia ocidental na sequência dos recentes ataques terroristas em Paris e a ideia de que existem dois tipos de terrorismo: “o deles versus o nosso.”

Num artigo publicado segunda-feira na CNN.com, Chomsky nota como os ataques mortais à Charlie Hebdo e a um supermercado incitaram milhões a protestar sob a frase “je suis Charlie” e solicitaram indagações “dentro das raízes dos ataques na cultura islâmica e explorando modos de conter a onda assassina do terrorismo islâmico sem sacrificar os nossos valores.”

Nenhuma indagação do tipo na cultura ocidental e no cristianismo veio do ataque de 2011 de Anders Breivik na Noruega que matou milhares de pessoas.

Nem o ataque de mísseis pela NATO em 1999 à sede da televisão sérvia que matou 16 jornalistas desencadeou protestos como “je suis Charlie”. De facto, escreve Chomsky, este ataque foi louvado pelos oficiais norte-americanos.

O advogado de direitos civis Floyd Abrams descreveu o ataque à Charlie Hebdo como “o ataque mais amedrontador da história ao jornalismo,” não é surpresa, escreve Chomsky, quando alguém entende “'história' como uma categoria construida cuidadosamente para incluir os crimes DELES contra nós e excluir os NOSSOS crimes contra eles – o último não sendo crime mas defesas nobres dos maiores valores.”

Outras omissões de ataques sobre jornalistas notados por Chomsky: o ataque de Israel em Gaza este verão cujas mortes incluem muitos jornalistas, e as dezenas de jornalistas que foram mortos nas Honduras desde o golpe em 2009.

Oferecendo mais provas sobre o que ele descreve como hipocrisia ocidental em relação ao terrorismo, Chomsky denuncia o programa de drones de Obama, que ele descreve como “a campanha terrorista mais extremada dos tempos modernos.”

“Faz alvo a pessoas suspeitas de talvez nos tentarem atingir nalgum dia, e a quaisquer infelizes que estejam nas proximidades”, escreve ele.

Artigo de Andrea Germanos, publicado em Common Dreams e traduzido para português por Carta Maior, revisto por Carlos Santos para esquerda.net

Termos relacionados Política
(...)